Com a equipe mais vencedora da Rússia no penúltimo lugar da liga local, Valeri Karpin deixou o clube

O russo Valeri Karpin pediu demissão nesta segunda-feira do cargo de técnico do Spartak Moscou após uma péssima sequência de resultados que levou a equipe mais vencedora da Rússia ao penúltimo lugar da liga local. No fim de semana passado, o time moscovita perdeu por 2 a 1 para o Anzhi, onde atuam os brasileiros Roberto Carlos, Jucilei e Diego Tardelli. Dias antes, foi eliminado pelo Porto nas quartas de finais da Liga Europa com duas goleadas e um placar agregado desfavorável de 10 a 3.

"A partir de hoje (segunda-feira) o Spartak começa a procura por um novo técnico. Um dos candidatos é Andrei Kobelev, ex-treinador do Dínamo de Moscou", informou o clube moscovita em comunicado oficial. Por enquanto, Karpin seguirá dirigindo o time com vistas à partida pelas quartas de final da Copa da Rússia contra o Krasnodar.

O técnico demissionário, que retornou a seu país no início de 2009, assumiu o comando do Spartak em abril daquele ano após a saída do dinamarquês Michael Laudrup. A equipe de Moscou, que conquistou nove das dez primeiras edições do Campeonato Russo desde a queda da União Soviética, não sabe o que é levantar um troféu da competição desde 2001. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.