Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico do Real Madrid responde a provocações e elogia Higuaín

José Mourinho relevou comentários do presidente do Barcelona e preferiu enaltecer elenco do clube merengue

Gazeta Esportiva |

Após Sandro Rossel, presidente do Barcelona, cravar que o seu time irá bater o rival Real Madrid por 5 a 0 na final da Copa do Rei, marcada para o próximo dia 20 de abril, o técnico José Mourinho rebateu à declaração do rival e minimizou a provocação.

"Rossel não disse nada de outro mundo. Isso mostra a confiança em sua equipe. Não acho que foi uma falta de respeito. Mas se fosse eu que tivesse afirmado isso, iria à prisão", explicou o treinador do Real Madrid.

"Talvez isto sirva de motivação para os jogadores do Barcelona", continuou Mourinho, sobre a confiança do presidente Sandro Rossel. "Os atletas do Real Madrid têm sua própria fonte de motivação. Querem ganhar todos os jogos e não precisam das palavras de outras pessoas.

Neste próximo sábado, a equipe merengue enfrentará o Sporting Gijón, pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol. Para a partida, a novidade fica por conta do retorno do argentino Gonzalo Higuaín à lista de relacionados, após seu afastamento por conta de uma lesão. O Real Madrid é o vice-líder da competição, somando 73 pontos contra 78 do Barcelona, dono da ponta da tabela.

"Todo o seu processo de recuperação foi incrível. A dedicação dos médicos e o esforço do próprio jogador foram fundamentais. Tê-lo conosco novamente é importantíssimo e espero que o Santiago Bernabéu mostre seu apoio a ele neste sábado", disse Mourinho.

"Este jogo é tão importante quando as quartas de final da Liga dos Campeões contra o Tottenham. Lá teremos a chance do segundo jogo, enquanto se perdermos aqui, entregaremos o título do Espanhol", completou.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhareal madridbarcelona

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG