Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico do Paraná cobra sete vitórias em 12 jogos

Ricardo Pinto tem a dificil missão de livrar o time de um inédito rebaixamento no Campeonato Paranaense

Leonardo Fagundes, iG Curitiba |

Serão necessárias sete vitórias em 12 jogos, ou seja, aproximadamente 60% de aproveitamento dos pontos para escapar de um inédito rebaixamento à Segunda Divisão do Campeonato Paranaense.

Tarefa difícil, principalmente se pensarmos que o Paraná Clube conseguiu apenas uma vitória nos primeiros 12 jogos que disputou no ano. E vale lembrar que o bom resultado ocorreu na Copa do Brasil. Pelo Estadual, o time ainda não venceu.

Até o momento, o Paraná conquistou apenas 16% dos pontos disputados. Ou seja, bem longe da meta para fugir da degola. Apesar de ousado, o desafio é encarado com naturalidade pelo técnico Ricardo Pinto. Afinal de contas, foi justamente em sua estreia, na partida contra o Gurupi-TO, pela Copa do Brasil, que o Paraná desencantou e venceu a primeira partida do ano.

“Minha ideia é ganhar sete jogos neste turno, a partir do jogo de domingo. O estado de alerta segue até a nossa sétima vitória no Estadual. Pensamos que, com algo entre 20 e 23 pontos, ficamos em uma situação confortável na tabela”, analisou o técnico.

O técnico vai além e acredita que o time pode não só sair da crise e escapar do rebaixamento, como dar a volta por cima no Estadual. “A equipe do Paraná pode ganhar o segundo turno e disputar a final com o Coritiba. Pode ser até utopia da minha parte, mas estamos vivos e vamos lutar muito para que isso aconteça. Aqui é o Paraná Clube e nós vamos nos recuperar”, conclui Ricardo Pinto.

Neste domingo, o desafio do Paraná é o Cascavel, às 16h (de Brasilia), na Vila Capanema. O jogo é o último do primeiro turno. Depois disso, serão mais 11 partidas no returno para o time buscar se salvar na competição.
 

Leia tudo sobre: ParanáCampeonato Paranaense 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG