Tamanho do texto

Gerardo Martino quer que o meio-campista seja vigiado de perto para dificultar a vida do atacante santista

Para treinador do Paraguai, passes de Ganso são perigo para a defesa guarani
Gazeta Press
Para treinador do Paraguai, passes de Ganso são perigo para a defesa guarani
Encantada com as atuações de Neymar na reta final da Libertadores, a imprensa sul-americana bombardeia os adversários do Brasil na Copa América com perguntas sobre o jovem atacante do Santos e da seleção. O técnico Gerardo Martino, do Paraguai, não teve como deixar o camisa 11 de lado em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, mas lembrou: o meia Paulo Henrique Ganso também deve ser vigiado.

"Para que o Neymar não preocupe, precisamos marcar o Ganso. Ele é quem passa a bola", disse o comandante, antes de defender o camisa 10 da equipe verde-amarela das recentes críticas.

"O Ganso deu passes para gol, contra o Paraguai foi assim. Não sei como vocês (jornalistas) não gostam disso. Aliás, o passe para o gol do Fred foi com muita categoria, não é qualquer um que joga assim", derreteu-se Martino.

O treinador se refere ao empate por 2 a 2 entre as duas equipes no sábado passado, em duelo válido pela primeira fase da Copa América. Com Neymar e Ganso, o Brasil enfrenta a seleção paraguaia novamente no domingo, em jogo válido pelas quartas de final do torneio continental.