Gerardo Martino foi suspenso por dois jogos e deve perder até uma partida das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014

O técnico do Paraguai, Gerardo Martino, foi suspenso por duas partidas após ter sido excluído da partida diante da Venezuela, nesta quarta-feira, que determinou a classificação de sua equipe para a final da Copa América graças à vitória nos pênaltis, após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação.Com a decisão da Conmebol, Martino não poderá se sentar no banco de reservas na final do próximo domingo, contra o Uruguai.

O treinador já tinha sido expulso anteriormente no jogo pela segunda rodada do grupo B, contra a seleção brasileira, e por isso teve que cumprir suspensão na partida seguinte, também diante dos venezuelanos. O ajudante de Martino Jorge Pautasso, também excluído na semifinal, foi punido com uma partida, enquanto as duas seleções foram multadas em US$ 10 mil pela confusão entre vários jogadores e integrantes das comissões técnicas após o jogo disputado no estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza.

A comissão disciplinar da Conmebol explicou que, como o Paraguai disputará apenas mais um jogo pela Copa América, a final diante dos uruguaios, o técnico terá que cumprir a outra partida de suspensão no próximo compromisso da seleção, provavelmente durante as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014.

Outro que estará fora da decisão do próximo domingo, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, é o meia Jonathan Santana, expulso nesta quarta-feira. Também foi punido o quarteto de arbitragem da partida entre Paraguai e Venezuela, comandado pelo mexicano Francisco Chacón, por terem deixado o gramado antes da saída dos atletas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.