Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico do Inter B minimiza derrota e reclama do juiz

Enderson Moreira continuará comandando a equipe no Gauchão à exceção de três jogos

iG Porto Alegre |

Vipcomm
Enderson Moreira comandou o time B em cinco jogos: duas derrotas e três vitórias
Técnico do Internacional B, derrotado no Gre-Nal deste domingo, em Rivera, Enderson Moreira citou a inexperiência do time e a arbitragem de Márcio Chagas da Silva como justificativas para o resultado.

“A equipe deles é mais madura do que a nossa, porém, o lance do primeiro gol do Grêmio não foi falta. Assim como o detalhe da nossa conclusão, o detalhe da arbitragem também faz diferença”, opinou o treinador.

Enderson não admitiu que a escalação com três volantes tenha dado errado e contribuído para a vitória do rival – Natan foi escalado no lugar de Tiago Humberto. Com esta mesma formação, o Inter perdeu para o Cruzeiro na estreia do Gauchão. Após trocar um marcador por um articulador, o time acumulou três vitórias consecutivas.

“Tiago ficou muito tempo parado e a alternativa deu certo. O time que fez cinco jogos não pode ser desqualificado. Não é por que perdemos o Gre-Nal que não servimos”, comparou Enderson.

A derrota para o rival, aliás, não altera o planejamento colorado no Campeonato Gaúcho. A direção manterá a equipe B no Estadual enquanto os titulares serão preservados para a Libertadores.

As exceções serão os três próximos jogos nos quais Celso Roth e o time titular voltarão a trabalhar: Juventude, Veranópolis e Pelotas. Estes confrontos antecedem a estreia na Libertadores diante do Emelec, no Equador, dia 16 de fevereiro. Depois, o B volta ao batente.
 

Leia tudo sobre: InternacionalGre-NalCampeonato gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG