Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico do Coritiba cobra atacantes após empate com Palmeiras

Marcelo Oliveira a acredita que equipe poderia ter conseguido a vitória se aproveitasse chances criadas

Leonardo Fagundes, iG Curitiba |

null

O técnico do Coritiba, Marcelo Oliveira, cobrou maior poder de finalização de seus comandados após o empate por 1 a 1 com o Palmeiras, na noite desta quarta-feira, no Couto Pereira, em Curitiba.

Para ele, a equipe poderia ter saído de campo com uma vitória, caso não tivesse desperdiçado tantas oportunidades de gol.

Entre para a Torcida Virtual do Coritiba e convide seus amigos

"Em Minas (na vitória de 3 a 1 sobre o América-MG) erramos mais passes, mas fomos mais efetivos. Hoje nós rondamos muito mais a área do Palmeiras, mas com pouca eficiência. Pouco de infelicidade, de precipitação e por causa da marcação do Palmeiras que é muito forte", analisou Oliveira.

Segundo ele, a equipe dominou a partida durante os 90 minutos, mas acabou sofrendo o gol de empate e não soube construir a vitória.

"Nós fomos para cima, fizemos o primeiro gol, mesmo sendo bem marcados. Construímos chance de fazer o segundo gol, seria importante. Veio a situação da bola parada, tentamos nos precaver, infelizmente a bola desvio e entrou, daí nos desorganizamos um pouco", avaliou o treinador.

Marcelo Oliveira lamentou o resultado, mas destacou a força defensiva do Palmeiras.

"No segundo tempo, o Palmeiras pouco chegou. O Coritiba foi soberano no segundo tempo, tentou de todas as formas o gol. Há de se lamentar por não conseguir. Há de destacar volume de jogo, empenho de todos. O Palmeiras tem muita consistência na marcação", disse o técnico do time paranaense.

Leia tudo sobre: CoritibaPalmeirasBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG