Tamanho do texto

Treinador vê jogador argentino como fundamental para a equipe, mas já projeta City sem o atacante

Tevez comemora um dos gols que fez pelo Manchester City, da Inglaterra
AP
Tevez comemora um dos gols que fez pelo Manchester City, da Inglaterra
A possibilidade de o atacante Carlitos Tevez deixar o Manchester City não agrada Roberto Mancini, que o classifica como fundamental em sua equipe. Por outro lado, o técnico italiano diz que entende se ele quiser retornar ao futebol sul-americano para ficar mais próximo da família, na Argentina.

"Provavelmente se perdermos Carlos, perderemos um importante jogador", declarou Mancini, em entrevista à Sky Sports , ao emendar, porém, que também não pode ter um atleta descontente. "É importante que todos os atletas estejam felizes em ficar aqui, isso é o mais importante para mim".

"Todas as vezes em que conversei com o Carlos ele nunca me disse 'quero sair'. Ele disse que estava sentindo falta das filhas, da família. Sinto muito se ele quer sair, porque para mim é um grande pessoa e um ótimo jogador, mas respeito a decisão dele", completou o treinador, que mira a contratação do também atacante argentino Sergio Agüero, atualmente no Atlético de Madrid.

O possível destino de Tevez é o Corinthians, onde foi campeão brasileiro em 2005. O clube enviou proposta inicial de aproximadamente 40 milhões de euros (cerca de R$ 89 mi) e, após primeira recusa, teria acrescido ao valor algo em torno de cinco milhões e meio de euros.

Como a janela de transferências de atletas vindos do futebol europeu para o Brasil se encerra nesta quarta-feira, a expectativa da diretoria do Corinthians é fechar o acordo até domingo, a fim de ter tempo hábil para regularizar o jogador na Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.