Vágner Mancini exalta substituição feita na primeira etapa, decisiva para o empate contra o Flamengo

Após o final do empate por 2 a 2 no estádio Presidente Vargas, nesta quarta-feira, o técnico Vágner Mancini comemorou muito a classificação do Ceará para as semifinais da Copa do Brasil. O treinador, porém, fez questão de ressaltar que não gostou da atuação da equipe.

"O Ceará hoje não fez um bom jogo. Foi um time muito distante daquele que jogou lá no Engenhão e ganhou, que conquistou o titulo aqui no domingo. Tanto que eu tive de mexer com 25 minutos de partida", comentou, explicando o porquê da entrada de Osvaldo no lugar de Vicente.

"Lá do lado esquerdo a gente tinha um sério problema, porque muitas vezes o Vicente saía no Léo Moura e deixava espaço para o Thiago Neves jogar. Então eu achei que tinha de botar alguém que desse uma mudada no time e o Osvaldo conseguiu ir bem", analisou. Mancini também exaltou a superação dos atletas.

"O que o time se superou para conseguir esse empate foi louvável. Tenho que exaltar isso também", afirmou, acompanhado pelos jogadores. "Tive que jogar como lateral direito. Não estava preparado, mas fui na garra e determinação. Felizmente a gente passou e agora vamos trabalhar duro para a semifinal", vibrou Iarley.

Agora, o Ceará se prepara para encarar o Coritiba na próxima fase. O time paranaense perdeu do Palmeiras por 2 a 0 nesta quarta, mas como havia vencido por 6 a 0 na ida , carimbou passagem para as semis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.