Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico do Boca se demite após derrota para o River

Claudio Borghi deixa o time na 15ª colocação do Apertura após 14 rodadas e novamente fora da Libertadores

EFE |

Após perder para o rival River Plate por 1 a 0, o treinador Claudio Borghi pediu demissão do Boca Juniors na noite desta terça-feira. Borghi "renunciou ao cargo de maneira verbal no vestiário" do estádio Monumental de Nuñez, onde as equipes se enfrentaram pela 14ª rodada do Torneio Apertura do Campeonato Argentino.

A informação é de uma fonte próxima à direção do clube xeneize, cujos membros pediram que o treinador não concedesse declarações à imprensa. O presidente do Boca, Jorge Ameal, convocou uma entrevista coletiva para as 16h desta quarta-feira (horário de Brasília).

Borghi dirigiu o Boca Juniors desde o começo do Torneio Apertura e em 14 rodadas ganhou cinco partidas, empatou duas e perdeu sete, o que coloca o time na 15ª colocação da competição e lhe impede, pelo segundo ano consecutivo, de disputar a Copa Libertadores.

Alguns dirigentes propuseram que o treinador dos juvenis do clube, Roberto Pompei, dirija o time profissional nos últimos cinco jogos da competição, enquanto outros assinalaram como candidato ao cargo Julio César Falcioni, técnico do Banfield.

Borghi chegou ao Boca em meados deste ano, após dirigir o Argentinos Juniors na campanha do título do Torneio Clausura, disputado no primeiro semestre de 2010.

Leia tudo sobre: argentinafutebol internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG