Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico do APOEL cobra atuação perfeita contra o Real Madrid

Duelo pelas quartas de final da Liga dos Campeões coloca frente a frente surpresa da temporada e recordista de títulos europeus

iG São Paulo |

AFP
Jogadores do Apoel comemoram vaga para as quartas da Liga

Sensação da atual edição da Liga dos Campeões, o APOEL terá como adversário nas quartas de final o time que mais vezes venceu a competição: o Real Madrid, dono de nove títulos. O primeiro confronto será nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília), no Chipre. Ivan Jovanovic, técnico do time cipriota, joga todo o favoritismo para o rival e julga que apenas a perfeição poderá fazer com que seus comandados superem os espanhóis.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Sabemos que nossa atuação diante do Real precisa ser perfeita. Mas ao contrário do que ocorre em outros jogos, a perfeição pode não ser suficiente contra eles. Nós é que temos o que aprender com o Real. E é claro que eles não têm nada a aprender com o APOEL”, disse Jovanovic.

Leia também: Aposta em brasileiros é o segredo do APOEL, surpresa da Liga

Dentre os oito classificados para as quartas de final da Liga dos Campeões, o APOEL é o único time que jamais disputou uma decisão. No entanto, a falta de intimidade do adversário na competição é ignorada pelo comandante do Real Madrid, que prefere exaltar as qualidades do rival.

Veja ainda: Thiago Silva se machuca em vitória do Milan e não pega Barcelona

“O APOEL tem mostrado poder coletivo, algo que é mais importante do que a qualidade individual dos jogadores", afirmou José Mourinho. "É um time que dá tudo de si em campo e acredita que tudo é possível no futebol. Temos muito respeito por eles e sentimos que eles merecem estar onde estão. Basta olharmos para os times que estão fora da competição por causa do APOEL, como o Porto, o Lyon e o Shakhtar”, completou.

AP
Real Madrid venceu sete dos oito jogos que disputou na Liga dos Campeões

E mais: Platini triunfa em reestruturação na Liga dos Campeões

Jogar diante do seu torcedor tem rendido bons resultados ao APOEL. Considerando as fases preliminares, a equipe do Chipre ganhou cinco das sete partidas que fez como mandante nesta Liga dos Campeões. Em contrapartida, o Real Madrid tem desempenho impecável na competição: dos oito jogos que disputou, venceu sete. O único tropeço foi o empate em 1 a 1 contra o CSKA, na partida de ida pelas oitavas de final.

Confira todos os confrontos das quartas de final da Liga dos Campeões

Autor do gol que levou a disputa contra o Lyon aos pênaltis nas oitavas de final, o atacante brasileiro Gustavo Manduca está suspenso e desfalca o APOEL nesta terça. Já o goleiro Constantinou não entra mais em campo nesta temporada: ele foi submetido à uma cirurgia para reparar uma lesão nos ligamentos do joelho.

Leia ainda: Diretor do Bayern, Rummenigge fica satisfeito em pegar Olympique

A lista de ausências no Real Madrid é mais extensa. O volante Xabi Alonso cumpre suspensão após levar o terceiro cartão amarelo na última partida. Já Lassana Diarra, Callejón, Ricardo Carvalho, Di Maria, Coentrão e Altintop estão no departamento médico.

Disputa em família

Aposentado em 2011, Santiago Solari viveu o auge de sua carreira defendendo do Real Madrid. O argentino disputou cinco temporadas pelo clube da capital espanhola, tendo conquistado a Liga dos Campeões em 2002. Apesar da trajetória no futebol ter sido construída em grande parte com a camisa dos merengues, o ex-jogador deverá ficar com o coração dividido no confronto da equipe diante do APOEL. Isso porque seu irmão, Esteban Solari, é atacante do clube cipriota.

“Obviamente, ele é um grande torcedor do Real Madrid e espera que eles ganhem o troféu neste ano", disse Esteban. "Mas, de alguma forma, acredito que um pedaço do coração dele estará torcendo para meu time também”, concluiu o atacante. 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG