Duelo pelas quartas de final da Liga dos Campeões coloca frente a frente surpresa da temporada e recordista de títulos europeus

Jogadores do Apoel comemoram vaga para as quartas da Liga
AFP
Jogadores do Apoel comemoram vaga para as quartas da Liga

Sensação da atual edição da Liga dos Campeões , o APOEL terá como adversário nas quartas de final o time que mais vezes venceu a competição: o Real Madrid , dono de nove títulos. O primeiro confronto será nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília), no Chipre. Ivan Jovanovic, técnico do time cipriota, joga todo o favoritismo para o rival e julga que apenas a perfeição poderá fazer com que seus comandados superem os espanhóis.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Sabemos que nossa atuação diante do Real precisa ser perfeita. Mas ao contrário do que ocorre em outros jogos, a perfeição pode não ser suficiente contra eles. Nós é que temos o que aprender com o Real. E é claro que eles não têm nada a aprender com o APOEL”, disse Jovanovic.

Leia também:  Aposta em brasileiros é o segredo do APOEL, surpresa da Liga

Dentre os oito classificados para as quartas de final da Liga dos Campeões, o APOEL é o único time que jamais disputou uma decisão. No entanto, a falta de intimidade do adversário na competição é ignorada pelo comandante do Real Madrid, que prefere exaltar as qualidades do rival.

Veja ainda:  Thiago Silva se machuca em vitória do Milan e não pega Barcelona

“O APOEL tem mostrado poder coletivo, algo que é mais importante do que a qualidade individual dos jogadores", afirmou José Mourinho. "É um time que dá tudo de si em campo e acredita que tudo é possível no futebol. Temos muito respeito por eles e sentimos que eles merecem estar onde estão. Basta olharmos para os times que estão fora da competição por causa do APOEL, como o Porto, o Lyon e o Shakhtar”, completou.

Real Madrid venceu sete dos oito jogos que disputou na Liga dos Campeões
AP
Real Madrid venceu sete dos oito jogos que disputou na Liga dos Campeões

E mais:  Platini triunfa em reestruturação na Liga dos Campeões

Jogar diante do seu torcedor tem rendido bons resultados ao APOEL. Considerando as fases preliminares, a equipe do Chipre ganhou cinco das sete partidas que fez como mandante nesta Liga dos Campeões. Em contrapartida, o Real Madrid tem desempenho impecável na competição: dos oito jogos que disputou, venceu sete. O único tropeço foi o empate em 1 a 1 contra o CSKA, na partida de ida pelas oitavas de final.

Confira todos os confrontos das quartas de final da Liga dos Campeões

Autor do gol que levou a disputa contra o Lyon aos pênaltis nas oitavas de final, o atacante brasileiro Gustavo Manduca está suspenso e desfalca o APOEL nesta terça. Já o goleiro Constantinou não entra mais em campo nesta temporada: ele foi submetido à uma cirurgia para reparar uma lesão nos ligamentos do joelho.

Leia ainda: Diretor do Bayern, Rummenigge fica satisfeito em pegar Olympique

A lista de ausências no Real Madrid é mais extensa. O volante Xabi Alonso cumpre suspensão após levar o terceiro cartão amarelo na última partida. Já Lassana Diarra, Callejón, Ricardo Carvalho, Di Maria, Coentrão e Altintop estão no departamento médico.

Disputa em família

Aposentado em 2011, Santiago Solari viveu o auge de sua carreira defendendo do Real Madrid. O argentino disputou cinco temporadas pelo clube da capital espanhola, tendo conquistado a Liga dos Campeões em 2002. Apesar da trajetória no futebol ter sido construída em grande parte com a camisa dos merengues, o ex-jogador deverá ficar com o coração dividido no confronto da equipe diante do APOEL. Isso porque seu irmão, Esteban Solari, é atacante do clube cipriota.

“Obviamente, ele é um grande torcedor do Real Madrid e espera que eles ganhem o troféu neste ano", disse Esteban. "Mas, de alguma forma, acredito que um pedaço do coração dele estará torcendo para meu time também”, concluiu o atacante. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.