Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico da Universidad Católica reclama de data do jogo de ida contra Grêmio

A Universidad entrará em campo neste sábado à noite contra o Cobresal, pelo Torneio Apertura local, do qual é líder

EFE |

O argentino Juan Antonio Pizzi, técnico da Universidad Católica, reclamou nesta sexta-feira da data do jogo de ida contra o Grêmio pelas oitavas de final da Taça Libertadores. A partida está marcada para a próxima terça-feira em Porto Alegre, o que segundo ele deixará pouco tempo para os jogadores da equipe chilena descansarem.

A Universidad entrará em campo neste sábado à noite contra o Cobresal, pelo Torneio Apertura local, do qual é líder. "Achávamos que iríamos jogar, mínimo, na quarta-feira. Que teríamos um tempo a mais, primeiro para organizar a viagem, e depois para nos recuperar. Teremos que nos adaptar da melhor maneira possível" disse o treinador, que nesta sexta nem sequer tinha certeza de quando sua equipe poderá viajar a Porto Alegre.

"A partida é na terça, nós jogamos no sábado e não temos muito tempo de recuperação. Não é uma viagem simples, há poucos voos durante a Semana Santa, e ainda não sabemos quando iremos, mas estamos preparados para qualquer inconveniente", afirmou Pizzi.

Em relação ao Grêmio, o técnico afirmou que "como toda equipe brasileira, tem qualidades técnicas muito fortes", mas que essa característica, por si só, não é suficiente para garantir o favoritismo aos gaúchos. "Todas as partidas são diferentes. Estamos em um momento no qual temos condições de ser protagonistas, que é a forma como nos sentimos mais à vontade", explicou. No Apertura chileno, a Universidad Católica soma 29 pontos, cinco a mais que o vice-líder, o Universidad do Chile.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG