Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico da Roma reclama da movimentação da diretoria no mercado

Diretor esportivo do clube italiano afirmou que não considera a equipe necessitada de novos nomes. Time não se reforçou

Gazeta Esportiva |

Na quinta posição no Campeonato Italiano, a Roma não se reforçou na janela de inverno do mercado europeu. Isso incomodou o técnico Claudio Ranieri, principalmente pelas declarações do diretor esportivo Daniele Prade, que não considera a equipe necessitada de novos nomes.

"Prade disse que Milan e Inter precisavam de reforços e nós não? Não concordo com ele. Eles já eram mais fortes que nós e têm mais dinheiro para investir, enquanto não contratamos ninguém. O lado bom é que este mercado não nos penalizou", ponderou o italiano.

Em janeiro, a Inter de Milão trouxe o lateral-esquerdo japonês Yuto Nagatomo e o atacante italiano Giampaolo Pazzini, enquanto o Milan se reforçou com o zagueiro Nicola Legrottaglie e com o holandês Mark van Bommel.

Ranieri também comentou as contratações do Chelsea, que pagou 58 milhões de euros por Fernando Torres e 25 milhões por David Luiz. "É claro que dinheiro conta, veja os presentes que o Chelsea deu ao meu amigo Ancelotti", comentou, em referência ao técnico Carlo Ancelotti, do time inglês.

Sem investimentos, Ranieri confia nos jogadores que já tem para mudar o destindo dos gialorossi na temporada. "Pizarro volta a trabalhar no início da semana, e espero que Adriano dê sua contribuição nesta fase decisiva com alguns gols", pediu.

A Roma está em negociações para mudar de dono e isso, além de atrapalhar as investidas no mercado europeu, pode também interferir no futuro de Ranieri. "Se não estiver no projeto do futuro proprietário, não ligo, já fiz o meu. Ficar em evidência por 60 anos é difícil, e já sabem minhas vantagens e defeitos. Não vou fazer algo mais para um novo comprador. Sempre dei meu melhor a todos, a mim, e aos jogadores da Roma", garantiu o comandante de 60 anos.

Leia tudo sobre: RomaClaudio Ranieriitáliafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG