Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico da Itália valoriza jogo com Estônia pelas Eliminatórias

"É o jogo mais difícil desde que assumi o cargo", exagerou Cesare Prandelli, sobre partida na sexta-feira

AE |

selo

A Itália lidera com folga o Grupo C das Eliminatórias da Eurocopa de 2012, com cinco pontos de vantagem sobre a Sérvia e Eslovênia, que dividem a segunda colocação. E vai enfrentar um time sem qualquer tradição no futebol mundial. Mesmo assim, o técnico da seleção italiana, Cesare Prandelli, tratou nesta segunda-feira de ressaltar a importância do jogo contra a Estônia, na próxima sexta, em Modena.

"É o jogo mais difícil desde que assumi o cargo", exagerou Prandelli, que virou técnico da seleção italiana após a Copa do Mundo, no ano passado, na África do Sul. "Será decisivo contra a Estônia. Quero que o time dê o máximo, porque esse jogo é fundamental (para a classificação para a Eurocopa). E, tradicionalmente, não jogamos nosso melhor em junho e setembro (nas férias do futebol europeu)."

Contra um adversário sem tradição e jogando em casa, Prandelli aposta numa boa vitória da Itália para abrir uma vantagem ainda mais confortável na liderança da chave. Mesmo porque, está com um jogo a menos em relação os dois rivais diretos na luta pela vaga na Eurocopa: Eslovênia e Sérvia. Depois, a seleção italiana terá mais quatro jogos pela frente na competição, mas já estará perto da classificação.

Para enfrentar a Estônia, Prandelli chamou um total de 25 jogadores - o grupo será o mesmo que disputará amistoso na próxima terça-feira, contra a Irlanda, na Bélgica. E a novidade está no retorno dos atacantes Balotelli e Cassano, que tinham ficado de fora da última convocação. Ambos tiveram um bom final de temporada, ajudando o Manchester City e o Milan, respectivamente, a conquistarem títulos.

Leia tudo sobre: futebol mundialitáliaeurocopaestoniaprandelli

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG