Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico da Holanda dá 50% de chances para França e Espanha

Bert van Marwijk vê campeã mundial com ligeira vantagem, mas elogia momento da França e não aponta favorito no 'grupo da morte'

Renan Rodrigues e Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

O técnico da Holanda, Bert van Marwijk, foi comedido ao comentar o grupo considerado o mais difícil após o sorteio das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, realizado neste sábado, na Marina da Glória. Ele afirmou que França e Espanha, que venceu a Holanda na final do último Mundial, têm 50% de chances cada de conseguir a vaga para a competição no Brasil. Marwijk também considerou o seu grupo, o D, difícil, por contar com seleções como Turquia, Romênia e Hungria.

“Acho que a Espanha hoje está um pouco na frente, mas a França está num momento bom, talvez seja 50% de chance para cada. Sempre há pressão em seleções de tradição. Se eu tiver a possibilidade de repetir 2010, tenho de pelo menos tentar. Não posso ficar triste ou feliz por um sorteio, temos de jogar, não há como mudar”, disse o treinador.

Para Marwijk, o grupo D também é dos mais complicados. Entre os seus rivais nas eliminatórias para a Copa de 2014, ele vê a Turquia como o mais complicado. Segundo o treinador, um aspecto que dificulta a disputa no seu grupo é o fato de todas as principais seleções já terem se enfrentado algumas vezes, o que faz com que os rivais se conheçam bem.

“Temos de jogar, não adianta ficar falando antes, só no campo é que vai resolver. Romênia, Hungria e Turquia serão os adversários mais difíceis, especialmente a Turquia. Todos os times no grupo se conhecem muito bem. Já jogamos contra todos. Tivemos jogos bastante difíceis contra a Romênia e a Turquia. Foi um sorteio difícil, mas temos de jogar. Acho que será um grupo equilibrado, mas só vamos ter alguma noção após os primeiros jogos. Não dá para fazer uma previsão. A pressão está sempre lá quando você é técnico”, disse o holandês, que ainda acrescentou.

“Acho que, no nosso grupo, os países vão perder alguns pontos, pois todos têm mais ou menos a mesma qualidade”, concluiu.

Leia tudo sobre: Copa 2014HolandaEspanhaFrançaBert van Marwijk

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG