Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico da França comparece à comissão que investiga racismo

Laurent Blanc estaria envolvido em esquema para criação de projeto de cotas raciais em escolinhas de futebol

EFE |

O técnico da seleção francesa, Laurent Blanc, chegou nesta segunda-feira a Bordeaux após comparecer à comissão de investigação criada para esclarecer as informações que indicam que foi criado um sistema de cotas para reduzir o número de jogadores procedentes da África nos centros de formação de atletas. "Já passou", disse Blanc nesta segunda.

O treinador participou de uma reunião no dia 8 de novembro com outros membros da equipe técnica da FFF (Federação Francesa de Futebol), na qual foi abordado o sistema de cotas para a entrada de jogadores com dupla nacionalidade nos centros de formação.

O diretor técnico nacional, François Blanquart, já foi afastado de suas funções temporariamente , após descobrir que foi ele quem falou das cotas. Blanc é acusado de ter pronunciado palavras racistas na reunião técnica, na qual se falava do peso crescente dos jogadores com dupla nacionalidade e da necessidade de acrescentar o número de jogadores técnicos frente aos de maior poderio físico, geralmente os de raça negra.

AP
Blanc no aeroporto Merignac, em Bordeaux, onde participou de investigação sobre escândalo de racismo
"Deus sabe que nos centros de formação, nas escolas de futebol, há muitos negros. Acho que é preciso buscar outros critérios, modificados com nossa própria cultura", disse Blanc durante essa reunião. O técnico sustenta que não é racista e, em comunicado publicado na semana passada, afirmou que se referia exclusivamente a critérios técnicos.

Leia tudo sobre: Futebol MundialFrançaLaurent BlancRacismoFFFpolêmica

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG