Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico da França comemora teste contra o Brasil

Laurent Blanc Blanc deixou de fora da convocação duas estrelas francesas, já que Ribéry e Nasri estão machucados

AE |

Comandante de uma equipe ainda em crise depois do vexame na Copa do Mundo da África do Sul, Laurent Blanc anunciou nesta quinta-feira os 23 jogadores que defenderão a França no amistoso do próximo dia 9 de fevereiro, contra o Brasil, no Stade de France, em Saint-Denis, nos arredores de Paris. O selecionador francês quer aproveitar o jogo contra os comandados de Mano Menezes para testar a sua equipe em alto nível.

"Este tipo de partida pode nos permitir, se o resultado for positivo, aumentar nossa confiança tanto individual como coletivamente", explicou Blanc, que classificou a partida como um "verdadeiro teste" para a França.

De acordo com o treinador francês, enfrentar o Brasil é um grande momento: "É uma partida de prestígio, contra uma das duas melhores equipes do mundo", declarou.

Após o fracasso na Copa e a crise causada por uma greve de jogadores na África do Sul, Blanc assumiu o time francês e, no único jogo contra um dos grandes do futebol mundial, perdeu de 2 a 0 da campeã mundial Espanha, em partida em que a França foi completamente dominada. Já na estreia das Eliminatórias da Euro, derrota para Bielo-Rússia em casa por 1 a 0.

Depois de três vitórias em sequência sobre adversários fracos nas Eliminatórias (Bósnia, Romênia e Luxemburgo), chegou a hora de testar o real poder de fogo da equipe francesa. "Enfrentar os melhores é a melhor forma de se progredir. Estamos apostando em uma filosofia de que queremos ter a posse de bola. Eles também vão querer. Vamos enfrentar uma equipe de alto nível", analisou Blanc, que disse que acompanhou a derrota do Brasil para a Argentina de Messi, em novembro, e gostou da atuação brasileira.

Na convocação desta quinta-feira, Blanc foi obrigado a deixar de fora duas das estrelas francesas: Franck Ribéry, do Bayern de Munique, e Samir Nasri, do Arsenal, estão machucados e fora de combate. Patrice Evra também não foi chamado, após muitas especulações sobre seu retorno à seleção.

Leia tudo sobre: Futebol MundialFrançaSeleção Brasileira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG