Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico Celso Roth minimiza a derrota do Inter para o Veranópolis

Time sofreu a virada no placar. Alguns torcedores perderam a paciência e reclamaram da atuação em campo

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Apesar de perder de virada para o Veranópolis, o Inter minimizou o tropeço no Campeonato Gaúcho e reafirmou que o foco segue sendo a preparação para a Libertadores. O técnico Celso Roth voltou a frisar que o time está no início de trabalho e que a exigência não pode ser tão grande.

“Estamos sempre correndo o risco de ter resultados adversos, pois começamos a treinar depois dos adversários. Não podemos exigir a perfeição. Os jogadores não são máquinas”, disse.

Bastou o primeiro fracasso para a torcida do Inter perder a paciência com o time. Ainda ressabiados com a derrota no Mundial de clubes em 2010, o público presente na cidade de Veranópolis não ficou nada contente com a derrota. O técnico Celso Roth foi o mais atacado pelas reclamações na saída do estádio, e alguns já pedem até a saída do comandante.

“O resultado mostrou algumas coisas (falhas) e sabemos que temos que corrigir. Mas o que nos chamou a atenção é de economia interna e vamos tomar as providências”, ressaltou Roth.

O Internacional está usando o Campeonato Gaúcho como preparação para a Libertadores. O time estreia na competição continental dia 16 de fevereiro contra o Emelec, no Equador, e pretendia enfrentar o Pelotas, no próximo sábado, com o time A.

A diretoria já pediu a antecipação do compromisso para sábado (dia 12), pois no dia seguinte começa a viagem para Guayaquil. A tendência é que a data não seja alterada. O Inter ficou com 12 pontos em 7 jogos no grupo 1 e precisa pontuar na última rodada para assegurar a classificação para a fase seguinte.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG