Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Técnico admite que Caio pode ser emprestado para jogar mais vezes

Caio Júnior acredita que atacante tem que atuar com maior frequência e não descarta empréstimo

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

O atacante Caio não é titular absoluto no Botafogo . Porém, o jovem de 20 anos é um dos jogadores que mais atuou pela equipe carioca no ano, tendo participado de 20 dos 25 jogos do clube. Com propostas para deixar o Botafogo, Caio pode ser emprestado para ganhar mais experiência, já que acabou marcado por ser o 'talismã', quando entrava no segundo tempo e resolvia as partidas do Campeonato Carioca de 2010.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Por isso, o técnico Caio Júnior não descarta emprestá-lo para outra equipe, desde que a proposta seja boa para todas as partes. O treinador diz que gostaria que ele continuasse, mas que a decisão dele levar outros fatores em consideração.

"É um assunto difícil de ter convicção. Ele é um jogador do clube, que precisa de tempo e paciência. Tem um potencial muito grande, velocidade e qualidade. Mas existe uma opinião mais ou menos geral de que ele precisa jogar. Se acontecer algo importante nesse sentido, sou dos que acha que ele tem que jogar. Se for aqui dentro, melhor. Se for para sair, que seja bom para ele e para o clube", disse o treinador do Botafogo.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e convide seus amigos

A principal proposta até o momento é do Atlético-PR, porém, mais duas equipes também têm interesse no jogador. A decisão deve ser tomada na próxima semana, com representantes e o próprio atleta. Caio Júnior também comentou o fato de o jogador ser usado constantemente, mas na maior parte das vezes, como uma opção no segundo tempo. Para o treinador, o atacante não pode ficar marcado como '12º jogador' e tem que atuar durante mais tempo.

"Ainda não temos uma reposição para ele. Pela característica de jogo do Caio é difícil não usar ele nas partidas, pela questão da velocidade. E ele entra bem sempre, mas não pode ficar rotulado por ser um jogador que entra bem só nos 15, 20 minutos finais. Acho que ele é um jogador importante, tem evoluído. ouve, faz o que a gente pede. Vamos aguardar para ter uma definição", completou Caio Júnior.

Leia tudo sobre: botafogobrasileirão 2011atlético-pr

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG