Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tatuagens de Botinelli chamam a atenção

Argentino espera repetir identificação que teve com a Universidad Católica. Escudo está tatuado no corpo

Thales Soares, enviado iG a Londrina |

Dario Bottinelli chama a atenção rapidamente pelo número de tatuagens. São 15 espalhadas pelo corpo e duas delas têm significado especial. Na perna direita, um frango, que representa o apelido "El Pollo", e na esquerda, o escudo estilizado da Universidad Católica, time que adotou como do coração. Sua expectativa agora é criar a mesma identificação com o Flamengo.

"Sou torcedor mesmo da Universidad Católica. O clube apareceu na minha vida em um momento importante. A torcida gosta muito de mim e encontrei um lugar no Chile. Eu me sinto muito bem com isso. No Flamengo, ainda preciso entrar no coração dos torcedores e, para isso, todas as partidas serão provas determinantes para mim", comentou Bottinelli.

Por problemas burocráticos, o argentino só fez seu primeiro treino nesta quinta-feira, depois de três dias de pré-temporada. Especialista em cobranças de falta, conhece a história de Zico e espera conquistar seu espaço no clube, mostrando em campo porque foi contratado.

"O Zico foi um grande jogador, muito conhecido no Brasil e na América do Sul. Era um exímio cobrador de faltas, mas não devo pensar em comparações, preciso ajudar meus companheiros em campo", afirmou Bottinelli, que assinou contrato de dois anos, prorrogável por mais dois.

Para acertar com o Flamengo, Bottinelli se consultou com amigos argentinos que atuam no Brasil. Entre eles, o atacante Herrera, do Botafogo, seu ex-companheiro de San Lorenzo e futuro rival. Agora, espera repetir a trajetória vitoriosa de seus compatriotas no Brasil.

"A chegada do Conca abriu o mercado para outros argentinos. O Brasil está mais perto do futebol europeu do que a Argentina. É mais uma etapa da minha vida e vivo uma expectativa grande de jogar num clube importante", comentou.

Sua estreia ainda não está confirmada. A janela internacional de transferência abre apenas no dia 15 e o Flamengo faz seu primeiro jogo no Campeonato Carioca no dia 19, contra o Volta Redonda, no Engenhão. Para validar seu visto, ele ainda vai precisar sair do país e volta depois do dia 15.

Leia tudo sobre: FutebolFlamengo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG