Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Supervisor, Galeano repreende Valdívia

Ex-jogador e agora supervisor de futebol do clube disse que meia "terá de entender a filosofia do clube"

Gazeta |

Após o meia Valdivia ter pedido mais respeito por parte da diretoria e comissão técnica do Palmeiras, foi a vez do supervisor de futebol do clube, o ex-jogador Galeano, retrucar. De acordo com o volante campeão da Libertadores de 1999 com a camisa alviverde, o chileno sempre recebeu o mesmo tratamento dos seus colegas, e se não gostar, deve pedir para sair do clube.

"Não queremos ninguém descontente. Ele terá de entender a filosofia do clube e saber se vai querer continuar ou não. O torcedor do Palmeiras está carente de títulos e precisamos respeitar isso. Só vai ficar no clube quem quiser vencer", avisou Galeano em entrevista á Rádio Globo.

A principal reclamação de Valdivia diz respeito a uma carta com recomendações físicas para suas férias. A justificativa para que ele a assinasse foi a lesão que o tirou de partidas importantes do Verdão na temporada. No entanto, o fato de ter sido o único machucado a receber este documento irritou o atleta, que fez criticas públicas à diretoria e comissão técnica. O principal alvo foi o diretor de futebol Wladimir Pescarmona.

"A verdade é que esse assunto ganhou uma proporção muito maior. A carta foi apenas uma prevenção. Se ele não entendeu, que pare e pense um pouco. O Palmeiras não mediu esforços para trazê-lo e o Valdivia é um cara inteligente, sabe que jogou pouco este ano. Agora, ele saiu de férias, e esperamos que volte recuperado para render o seu melhor. O torcedor espera ver o Valdivia de antes", justificou Galeano.

Leia tudo sobre: PalmeirasValdívia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG