Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sucessor de Perrella tem mais de meio século ligado ao Cruzeiro

Advogado e ex-jogador da base do clube, Gilvan de Pinho Tavares encabeça chapa única de situação

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Na coletiva em que anunciou que não será candidato à reeleição na presidência do Cruzeiro, Zezé Perrella aproveitou para apresentar seu provável sucessor: Gilvan de Pinho Tavares. Apesar do fim da chamada “dinastia Perrella”, o modelo de administração do clube deve ser mantido pelo novo presidente, que já tem mais de 50 anos ligado ao Cruzeiro.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Dr. Gilvan de Pinho Tavares é advogado de prestígio em Belo Horizonte e defendeu o Cruzeiro em muitos julgamentos nos tribunais de justiça desportiva. A ligação com o clube mineiro começou na década de 1950, quando o então zagueiro vestiu a camisa azul pela primeira vez com 15 anos. Atuou até os 18 anos pelo time estrelado, quando decidiu pela carreira jurídica e foi prestar vestibular. Apesar da dedicação aos estudos, não abandonou o time pelo qual era apaixonado.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

Como estudante de Direito, ajudou nas questões jurídicas durante a gestão do presidente Felício Brandi, tido como um dos mais vitoriosos da história do clube. Foi conselheiro e chegou à presidência do Conselho Deliberativo. Muito ligado aos irmãos Perrella, participou de perto das gestões de Zezé e Alvimar e tem a confiança do atual presidente.“Tenho toda uma vida ligada ao Cruzeiro. Sei da responsabilidade do cargo, mas tenho certeza que, com o apoio de todos, vamos manter o time nesse caminho vitorioso”, afirma.

Vipcomm
Gilvan de Pinho Tavares jogou na base do Cruzeiro e tem mais de 50 anos no clube

Zezé Perrella é só elogios ao seu atual vice-presidente. “Foi um consenso lançar o nome do Gilvan. Foi presidente do Conselho, meu vice-presidente e tem mais de 50 anos de Cruzeiro. Está absolutamente preparado para essa tarefa e vai dar continuidade ao crescimento do Cruzeiro”, avaliou Zezé Perrella.

No anúncio oficial de sua candidatura, Dr. Gilvan de Pinho Tavares se mostrou surpreso com a indicação de Zezé. “A decisão do presidente me pegou de surpresa também. Não é uma tarefa que me amedronte, pois venho ao lado dele todo esse tempo que esteve aqui. Participei de outras gestões benéficas ao clube”, revelou.

A chapa encabeçada por Gilvan de Pinho Tavares revela o atual momento político no Cruzeiro, sem oposição forte. Os dois vices da chapa serão José Maria Queiroz, hoje superintendente das categorias de base, e Márcio Rodrigues Silva, que foi candidato da oposição derrotado por Zezé na última eleição. “Não temos oposição pois ela é inteligente. Milita dentro do que ela pode fazer. A evidência das administrações dos dois irmãos (Zezé e Alvimar) deixou a oposição sem condição de combater”, ponderou Gilvan.

O provável presidente do Cruzeiro revelou qual será sua principal dificuldade no cargo. “Hoje os atletas estão mais voltando do que indo embora. Um ou outro é contratado pelo futebol estrangeiro. A Europa está em crise e essa crise lá vai gerar crise aqui. Atleta é ativo financeiro do clube. O atleta vendido gerava esse superávit nas finanças . Isso vai faltar ao Cruzeiro e aos outros clubes do Brasil”, ressaltou.

Como solução, Gilvan aponta o investimento em atletas da base. “Vamos investir melhor nas divisões de base, que têm que ser melhor aproveitadas. Vamos trabalhar de acordo com nosso orçamento”, concluiu. As eleições presidencias no Cruzeiro estão previstas para outubro, mas sem data precisa definida.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG