Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Substituto de Piris, Rodrigo Caio sonha com primeiro gol pelo São Paulo

Jovem jogador do São Paulo jogará novamente na lateral direita e quer repetir boa marcação que fez em Neymar

Gazeta |

AE
Rodrigo Caio, que jogará novamente na lateral direita, ainda não marcou pelo São Paulo
Com a suspensão de Piris, Rodrigo Caio tem sua escalação garantida nesta quinta-feira, contra o Catanduvense, na Arena Barueri. E o volante improvisado na lateral direita promete voltar a usar o movimento que o caracterizou na marcação a Neymar, há duas rodadas, na vitória por 3 a 2 do São Paulo sobre o Santos.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

A artimanha é chamada de "golpe do escorpião". Inspirado em Hernanes, o camisa 25 faz o gesto esticando uma das pernas para tentar impedir o avanço de um adversário, deixando a outra como apoio. "É um dos meios de marcação. Sempre que precisar, vou usar para desarmar", assegurou.

Leia mais: Por Oscar, São Paulo envia notificação e ameaça processar o Inter

Por ao menos quatro vezes, o escorpião parou Neymar no último San-São. Rodrigo Caio até acabou expulso aos oito minutos do segundo tempo, por ter recebido o segundo cartão amarelo, e não pôde enfrentar o Mirassol no domingo. Mas foi amplamente elogiado por Emerson Leão e seus companheiros pela atuação diante do astro do Peixe e da seleção brasileira.

Confira ainda: Fundamental é se acostumar à vitória sem ficar embriagado, diz Leão

Por isso, crê que ajudou a mudar a má impressão deixada na derrota por 5 a 0 para o Corinthians, em 26 de junho do ano passado, no Pacaembu, quando Rodrigo Caio estreou entre os profissionais. "Aquele jogo foi uma consequência. Tentei dar o meu máximo, mas o tie estava muito desfalcado. Com a sequência, fui mostrando meu potencial, me dedicando e esperando as oportunidades. Quando tive, aproveitei".

E mais: Fabrício treina e pode voltar ao São Paulo na quinta

Ao garoto do 18 anos, com a confiança garantida em campo, agora só resta balançar as redes pela primeira vez desde quando deixou as categorias de base. "Gol é consequência. Estou em uma condição muito boa, com uma sequência boa. Com o tempo, o gol vai sair naturalmente. É um sonho fazer o primeiro gol com a camisa do São Paulo. Já já sai", comentou.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG