Tamanho do texto

Rogério Ceni deixou o campo com dores no tornozelo aos onze minutos do segundo tempo

Gazeta Press
Rogério Ceni e o médico José Sanchez
Apesar da vitória do São Paulo contra o Fluminense por 2 a 0, neste domingo, em São Januário, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, jogadores e comissão técnica deixaram o gramado preocupados com a situação do goleiro Rogério Ceni . O capitão são-paulino foi substituído no segundo tempo após sentir uma entorse no tendão do tornozelo esquerdo e passará por exames nesta segunda-feira.

“Pelo risco que poderia correr, ele pediu para sair. Amanhã ele vai para o CT e vamos fazer um exame para avaliar o problema, se ele existir. Se houve uma ruptura é uma coisa muita pequena. Podemos dizer que uma dor no tendão do pé esquerdo. Só vamos tirar a dúvida”, afirmou o médico do São Paulo , José Sanchez.

O goleiro já reclamou de dores no primeiro tempo e voltou com uma proteção no tornozelo para a segunda etapa. No entanto, a ‘bota’, como é conhecida a proteção não amenizou as dores, e Rogério Ceni foi substituído por Denis aos onze minutos.

Ceni passará por exames nesta segunda-feira para saber se terá condições de atuar contra o Figueirense, no próximo sábado, no estádio do Morumbi, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.