Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sub 20 precisa superar ausência de Neymar contra a melhor defesa

Vitória sobre o Equador pelo Sul-Americano é fundamental na busca pela vaga olímpica. Atacante está suspenso

iG São Paulo |

Sem Neymar, artilheiro do Sul-Americano com sete gols, a seleção brasileira sub 20 enfrenta o Equador na madrugada desta quinta-feira precisando vencer para evitar sobressaltos em busca de uma das duas vagas olímpicas a Londres 2012.

O jogo começa 0h10 (de Brasília), em Arequipa, no Peru. Em segundo no hexagonal final, a duas rodadas do fim, o Brasil está atrás do Uruguai, rival na rodada decisiva do próximo final de semana.

A classificação para as Olimpíadas, que parecia tranqüila, pode se tornar dramática depois da derrota de 2 a 1 para a Argentina, domingo passado. Neymar recebeu o segundo cartão amarelo e por isso está suspenso - seu substituto é Diego Maurício, do Flamengo.

Se o Brasil vencer os equatorianos, se garante no Mundial da categoria, que será em setembro de 2011, na Colômbia, mas ainda não terá carimbado vaga para Londres – dependerá de um empate contra o Uruguai.

O Equador é a surpresa da competição e ainda não perdeu no hexagonal decisivo. Tem cinco pontos e sonha até com Olimpíada (precisaria vencer Brasil e Chile). A vaga no Mundial, porém, já satisfaria o técnico Sixto Vizuete, que declarou isso à imprensa equatoriana. Tem a defesa menos vazada da competição, quatro gols sofridos, um deles para o Brasil, na primeira fase (vitória brasileira por 1 a 0).

Zaga
Neymar não é o único desfalque de Ney Franco. Ele perdeu a dupla de zaga titular com a lesão de Bruno Uvni e a suspensão de Juan. Uvni sofreu uma fratura na fíbula da perna direita e está fora do Sul-Americano – será operado no Brasil. Já Juan foi expulso contra a Argentina. Os substitutos serão Saimon e Romário.

FICHA TÉCNICA - BRASIL x EQUADOR

Local: Estádio Universidad Nacional San Augustin, em Arequipa (Peru)
Data: 10 de fevereiro de 2011
Horário: 0h10 (de Brasília)
Árbitro e Assistentes: Não divulgados pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol)

BRASIL: Gabriel, Danilo, Saimon, Romário e Alex Sandro, Casemiro, Fernando, Lucas e Oscar, Diego Maurício e Willian José
Técnico: Ney Franco

EQUADOR: John Jaramillo; Mario Pineida, John Narváez, Dennis Quiñónez e Edder Fuertes; Fernando Gaibor, Cristian Oña, Marcos Caicedo, Renato Ibarra, Marlon De Jesús e Edson Montaño.
Técnico: Sixto Vizuete

Leia tudo sobre: selecao brasileiraneymarolimpiadas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG