"Cometi um erro e estou arrependido do que aconteceu", disse o atacante uruguaio, acusado de racismo

Atacante uruguaio pediu desculpas pelo site do Liverpool
Getty
Atacante uruguaio pediu desculpas pelo site do Liverpool
Após ter se recusado a cumprimentar o lateral esquerdo Evra, do Manchester United , o atacante Luis Suárez não havia demonstrado arrependimento da atitude. Depois da derrota do Liverpool , o uruguaio somente tinha escrito no Twitter que "nem tudo é o que parece" , mas não fez qualquer outra menção ao caso. No entanto, o jogador resolveu mudar sua postura neste domingo e pediu desculpas pelo ocorrido.

Assista ao vídeo: Suárez se recusa a cumprimentar Evra antes do clássico inglês

"Eu falei com o técnico (Kenny Dalglish) após o jogo no Old Trafford e percebi que fiz coisas erradas. Eu não só desapontei ele, mas também o clube e o que ele representa, e por isso peço desculpas. Cometi um erro e estou arrependido do que aconteceu", declarou o atacante em nota publicada no site oficial do Liverpool.

Suárez foi acusado pelo francês de ter lhe dirigido ofensas racistas no confronto do primeiro turno do Campeonato Inglês e acabou punido pela Associação Inglesa de Futebol com uma pena de oito jogos de suspensão , apesar de sempre alegar inocência .

Logo na primeira partida como titular depois do gancho, no último sábado, o uruguaio provocou revolta ao se recusar a cumprimentar Evra no tradicional protocolo que antecede todas as partidas na Inglaterra.

Leia mais: 'Suárez é uma vergonha para o Liverpool', diz Ferguson

"Eu deveria ter apertado a mão de Evra antes do jogo e quero me desculpar por meus atos. Quero deixar todo esse assunto para trás e me concentrar apenas em jogar futebol", completou Suárez.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.