Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

'Suárez é uma vergonha para o Liverpool', diz Ferguson

Atacante uruguaio passou direto pelo lateral Patrice Evra na hora dos cumprimentos entre as equipes

AE |

selo

A decisão de Luis Suárez não cumprimentar Patrice Evra antes do jogo entre Liverpool e Manchester United, neste sábado, em Old Trafford , já causa grande repercussão. Um dos primeiros a se pronunciar foi o técnico Alex Ferguson, um dos mais influentes do futebol inglês. Ele sugeriu ao Liverpool que não permita mais a Suárez jogar pelo clube.

Assista ao vídeo: Suárez se recusa a cumprimentar Evra antes do clássico inglês

Getty Images
Em frente a Suárez, Evra comemora a vitória da equipe de Liverpool
"Eu não posso acreditar que Suárez se recusou a dar as mãos a Evra. Suárez é uma vergonha para o Liverpool. Ele não poderia mais jogar pelo Liverpool de novo, um clube com essa história. Ele poderia ter causado uma tragédia. O racismo é uma questão importante para o futebol e percorremos um grande caminho desde que bananas foram jogadas para John Barnes", disse Ferguson, lembrando o preconceito sentido pelo jamaicano naturalizado inglês, nos anos 80, quando este se transferiu para o Liverpool.

A polêmica envolvendo Suárez e Evra começou no jogo do primeiro turno, quando o uruguaio teria proferido insultos racistas ao francês . Punido com oito jogos de suspensão , ele só voltou a jogar nesta semana. Na fila de cumprimentos antes do clássico deste sábado em Old Trafford, o uruguaio se recusou efusivamente a dar as mãos a Evra, que chegou a segurar no braço de Suárez para tentar cumprimentá-lo.

Durante a partida, Suárez foi muito vaiado pela torcida do Manchester United . O contrário havia acontecido no confronto entre as duas equipes pela Copa da Inglaterra, em janeiro, quando Evra foi ostensivamente vaiado pelos torcedores do Liverpool.

No fim do jogo, Evra comemorou bastante a vitória da equipe dele por 2 a 1. Quando se dirigia aos vestiários, aproveitou para vibrar ao lado de Suárez. Acabou contido por um dos bandeirinhas. O francês também mereceu críticas de Ferguson. "Ele não deveria ter pulado em frente ao Suárez na comemoração depois do jogo, não deveria ter feito isso", disse o treinador.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG