Clube paulista acabou denunciado em função de sua torcida ter arremessado copos de água na área do goleiro Deola, contra o Fluminense

O Palmeiras terá de se defender na próxima semana pela confusão causada por alguns torcedores no jogo contra o Fluminense, na Arena Barueri. O julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) será realizado na terça-feira, às 18 horas.

O clube paulista acabou denunciado em função de sua torcida ter arremessado copos de água na área do goleiro Deola, aos 15 minutos do primeiro tempo. O Palmeiras vai responder pelo artigo 213 (deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Inicialmente, a punição ficaria apenas em uma multa: de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais). O Palmeiras correria o risco de perder mandos de campo apenas se houvesse uma gravidade elevada de sua falta.

Contudo, a súmula do árbitro Hilton Sampaio aliviou a situação alviverde e relatou que os "copos arremessados não atingiram qualquer atleta".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.