Treinador foi expulso contra o Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro de 2010, e terá que cumprir punição

A derrota para o Grêmio na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2010 ainda causa dores de cabeça para o Botafogo. Além de perder a vaga para a Copa Libertadores desta temporada no último jogo, o técnico Joel Santana, expulso naquela partida, não poderá comandar a equipe na estreia da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, contra o River Plate-SE.

O departamento jurídico do clube time carioca tentou transformar a pena em ações sociais, mas o pedido foi indeferido pelo STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva). O advogado do clube, Anibal Rouxinol, citou o bom histórico do comandante no pedido, mas não sensibilizou o presidente do STJD, Rubens Approbato, responsável por indeferir a requisição.

Como a Copa do Brasil também é organizada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), as punições sofridas no Campeonato Brasileiro que não puderem ser cumpridas no mesmo torneio, deverão ser cumpridas na partida subsequente de uma competição da mesma entidade. Joel foi suspenso pelos auditores em julgamento realizado no dia 14 de dezembro do ano passado, com a pena mínima de um jogo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.