Clube poderia receber multa de até R$ 100 mil e ainda perder mandos de campo na série B do Brasileiro

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva absolveu o ASA-AL pelo arremesso de uma latinha no gramado do estádio Coaracy Fonseca no jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil contra o Horizonte-CE.

De acordo com o advogado que cuidou do caso, Domingos Mouro, o clube não poderia tomar nenhuma punição, pois o torcedor foi identificado e preso. "A Polícia Militar conseguiu prender quem jogou a lata e por isso não poderíamos ser punidos, já que nesse caso equivale o artigo 213, que exime o ASA de responsabilidade", explicou ao site oficial.

O objeto foi lançado nos acréscimos do segundo tempo, e o time arapiraquense poderia sofrer uma multa de R$ 100 a R$ 100 mil e perder mandos de campo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.