Pernambucanos sairam atrás no marcador, mas conseguiram reverter e golear o time mineiro

Foi no sufoco, mas o Sport conseguiu virar o jogo em cima do  e manter vivas as chances de conseguir o acesso para a elite do futebol brasileiro. A pressão dos nordestinos só surtiu efeito no segundo tempo, demonstrando a dificuldade de furar o bloqueio boveta, que com um jogador a menos em campo, resistiu bem às investidas dos pernambucanos, mas perdeu fôlego e sofreu o revés por 4 a 1, nesta sexta-feira, na Ilha do Retiro.

Confira a classificação atualizada da Série B 2011

O gol da equipe boveta foi anotado pelo atacante Jheimy, que aproveitou cruzamento perfeito de Moisés e testou com violência para as redes do goleiro Magrão. Já Hamilton marcou o primeiro do Sport em chute de longa distância, que Luiz Fernando acabou aceitando. Júnior Viçosa virou o placar com uma cabeçada certeira, Roberson, novamente de cabeça ampliou, e mais uma vez Júnior Viçosa deu números finais ao jogo, levando o Sport aos 51 pontos.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Sport vai visitar a Portuguesa , no Canindé, na próxima terça-feira, na partida que pode garantir o título antecipado para a Lusa. No mesmo dia, o Boa vai receber o ASA-AL , no estádio Dilzon Melo, em Varginha.

O jogo - Precisando vencer para manter vivas as chances de acesso para a série A, o Sport começou a partida pressionando o time mineiro, e com menos de um minuto já teve a primeira chance de marcar com Roberson, que aproveitou cruzamento da direita, mas errou o alvo.

A resposta do Boa não demorou, e aos dois minutos, o artilheiro Jheimy antecipou a defesa do Leão, e de cabeça abriu os trabalhos na Ilha do Retiro. Mesmo saindo atrás no placar, o Sport continuou exercendo pressão em cima da equipe boveta, mas o time do técnico Nedo Xavier levou sempre muito perigo nos lances de contra-ataque.

Aos 12, Marcelinho Paraíba recebeu assistência dentro da área e girou para o arremate, mas o zagueiro Carciano travou na hora da conclusão da jogada, evitando o empate. Aos 15, o goleiro Luiz Henrique interceptou uma jogada com as mãos fora da área para evitar o tento de igualdade do time pernambucano, e acabou sendo expulso, facilitando a vida do Sport.

Com superioridade numérica, os donos da casa intensificaram a pressão, e com uma verdadeira blitz em cima do arqueiro mineiro, o Sport quase marcou na sequência da exclusão de Luiz Henrique. Buscando o empate, o técnico Mazola Júnior trocou, ainda no primeiro tempo, o volante Rithelly pelo atacante Júnior Viçosa.

Aos 31, Marcelinho Paraíba levantou a bola para área, e o atacante Roberson desviou de cabeça, levando enorme perigo para a meta mineira. Acuado no campo de defesa, o Boa se abdicou do ataque e recuou as linhas de marcação, com intuito de segurar o resultado favorável.

O panorama da etapa complementar não foi alterado, ou seja, pressão total do Sport, enquanto o Boa se limitou a defender e tentar lances de contra-ataque em jogadas esporádicas. Aos sete minutos, o zagueiro Tobi perdeu gol incrível dentro da pequena área e com o goleiro já batido na jogada, cabeceando sobre a meta de Luiz Fernando.

Aos 12, o torcedor do Sport respirou aliviado, depois que Hamilton arriscou arremate de longa distância e o goleiro Luiz Fernando, que fazia uma excelente partida, acabou aceitando, dando uma imensa colaboração para o Leão. Aos 17, o sufoco do Sport chegou ao fim com Júnior Viçosa, que de cabeça virou marcador, levando a torcida à loucura na Ilha do Retiro.

Com o marcador adverso, o Boa mudou a postura no jogo, e passou a tentar algumas jogadas ofensivas, mas sentiu a inferioridade numérica e não teve força ofensiva para reagir na partida. Aos 25, o Sport chegou ao terceiro com Roberson, que não titubeou após cruzamento de Wellington Saci e mandou para as redes mineiras. Para fechar o placar, Júnior Viçosa recebeu assistência dentro da área, e só teve o trabalho de tirar do goleiro.

FICHA TÉCNICA
SPORT 4 X 1 BOA ESPORTE


Local: Estádio Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data: 04 de novembro de 2011 (sexta-feira)
Horário: 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Lúcio da Silva Mattos (PA) e Eduardo Lincoln Neves (RN)
Cartões amarelos: (Sport) Tobi, Moacir e Branquinho (Boa Esporte) Luiz Fernando e Pablo
Cartão vermelho: (Boa Esporte) Luiz Henrique
Gols: Sport: Hamilton, aos 12, Júnior Viçosa aos 17 e 42 e Roberson, aos 25 minutos do segundo tempo
Boa Esporte: Jheimy, aos dois minutos do primeiro tempo

SPORT: Magrão; Moacir (Maylson), Tobi, Gabriel Paulista e Wellington Saci; Hamilton, Rithelly (Júnior Viçosa), Thiaguinho e Marcelinho Paraíba; Roberson e Willians (Branquinho)
Técnico: Mazola Júnior

BOA ESPORTE: Luiz Henrique, Jackson, Pablo, Carciano e Marinho Donizete; Claudinei, Jean Cléber, Olívio (Vinícius) e Carlos Magno (Luiz Fernando); Moisés e Jheimy (Renato)
Técnico: Nedo Xavier

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.