Meia do Flu mostra preocupação com começo irregular e pede que atetas esqueçam título do ano passado

Quando foi contratado pelo Fluminense em janeiro, Souza era o retrato do otimismo . No dia de sua apresentação, em Mangaratiba, o meia mostrou personalidade e afirmou que havia optado pelo campeão brasileiro com o intuito de conquistar títulos. Seis meses se passaram e tudo mudou, menos a sinceridade do jogador. Nesta terça-feira, além de classificar o início no Brasileirão como decepcionante, Souza disse que é hora de esquecer 2010 e focar somente na competição deste ano antes que seja tarde demais.

“O Fluminense é atual campeão brasileiro, mas isso é passado. O título de 2010 já ficou para trás. Nosso início de competição está sendo decepcionante. É claro que o Brasileiro está apenas começando, mas já passou da hora de darmos uma resposta para o Abel e para os torcedores. Não é possível que essa equipe tenha desaprendido a jogar”, alertou o jogador.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Apesar da franqueza, o jogador não perdeu o bom humor e tampouco a esperança de brilhar com a camisa do Fluminense. Novamente titular após três meses amargando o banco de reservas, Souza espera se firmar no clube de vez e mostrar que não veio apenas passear no Rio de Janeiro.

“Não queremos ter nossos jogadores contestados. Não é isso que a gente quer. Sabemos que este ano estamos devendo. Mas essa transição é complicada mesmo e tenho certeza de que vamos dar a volta por cima. Eu nunca fui muito de pensar em mim, individualmente, e sim no grupo, mas tenho certeza de que ainda vou ser um dos destaques do Fluminense no Campeonato Brasileiro”, aposta o meia.

Tanto otimismo assim tem uma razão: a chegada de Abel Braga e sua comissão técnica. Impressionado com a qualidade do novo comandante, o jogador admite que as mudanças no comando do time no primeiro semestre atrapalharam e espera que essa transição demore o menos possível.

“Cada treinador tem seu padrão de jogo e sua característica. O Muricy saiu daquele jeito, o Enderson chegou para ser um interino, teve um monte de problemas e agora chegou o Abel. Ele tem um respeito grande por parte dos jogadores e acredito que assim que nos adaptarmos aos métodos e ao esquema de jogo dele as coisas vão voltar a dar certo”, explicou Souza.

“Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e convide seus amigos”

O meia ainda saiu em defesa de alguns jogadores que tiveram um desempenho decepcionante no primeiro semestre.

“É difícil falar individualmente da produção de Fred e Mariano . Treinamos forte todos os dias, mas na hora do jogo é diferente. Graças a Deus o Abel chegou. Ele começou o trabalho agora e trouxe coisas novas para nosso dia a dia. Temos de nos adaptar rapidamente para reagir no campeonato”, disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.