Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sorriso do "Dente" volta no Flamengo

Ronaldinho treina com bola, mostra talento e no terceiro dia de treinos até concede entrevista coletiva

Thales Soares, enviado iG a Londrina |

Foram três dias de treinamento em Londrina com o grupo do Flamengo, o suficiente para perceber o quanto Ronaldinho Gaúcho está com vontade de entrar em campo e "jogar bola", como diz a garotada. Neste sábado, foi jogado para o alto pelos novos companheiros, no batizado tradicional, e trabalhou pela primeira vez com os companheiros, num treinamento de finalização. Chutou, passou e fez belos gols. Abriu o sorriso e até perguntou pelo tradicional recreativo nas vésperas de jogos, que acabou não acontecendo.

No início da noite, ele ainda resolveu falar aos seus torcedores e concedeu sua segunda entrevista coletiva como jogador do Flamengo. Resumindo: o "Dente", como é chamado pelos amigos, voltou.

Leia abaixo os principais trechos da entrevista coletiva concedida pelo jogador neste sábado em Londrina, onde o Flamengo está concentrado.

Flamengo é Flamengo
Desde o primeiro contato com a Patrícia Amorim (presidente do Flamengo), ela me tratou muito bem. Depois, foi uma coisa atrás da outra, desde a minha apresentação, todos os comentários, o histórico do clube, as informações dos amigos que passaram por aqui. Por tudo isso, acho que Flamengo é Flamengo.

Recepção
Está me surpreendendo e sendo maravilhoso. Por todos os cantos que passam, estão me tratando muito bem. É como disse na minha apresentação. Imaginava isso de mil formas, mas não acreditava na proporção de tanto carinho. Agora, é treinar mais para jogar.

Posição em campo
Hoje do meio para frente me sinto bem em qualquer uma. Como atacante pelo lado esquerdo, pelo lado direito, como centroavante. Eu me sinto bem em qualquer uma dessas funções.

Vipcomm
Ronaldinho sorri em treino do Flamengo
Sair do sério
É muito difícil de acontecer. Em alguns dias, você pode não estar bem ou quando as vitórias não aparecem e você não conquista títulos. Isso não me deixa feliz. Mas, normalmente, estou sempre bem.

Conversa com Luxemburgo
Foi sobre a programação de trabalho. Como vai ser até eu ficar bem fisicamente. A próxima avaliação vai ser no Rio e vamos ver como vai ser.

Estreia
Se dependesse de mim, eu jogava amanhã. Mas preciso da preparação necessária para suportar toda a temporada. Eu me sinto bem, mas vamos trabalhar esses 10 dias para alcançar uma melhora e chegar num alto nível.

Treinos no Brasil
Lá fora é outra vida, outra realidade. Os costumes são diferentes. Estava com saudade de tudo isso. Estou muito feliz por matar saudade de tudo isso que estava sentindo falta.

A bola
Sempre procuro uma melhora. Esse contato com a bola está sendo muito bom, mesmo depois de um treinamento físico.

Flamengo x Vasco, dia 30
Não tenho isso na minha cabeça agora. A vontade de jogar é muito grande, mas, por enquanto, vou centrar na preparação para poder jogar bem e só depois pensar na estreia.

Dependência de Ronaldinho
Não tenho medo disso. Luxemburgo trabalha muito bem isso e todo mundo está motivado e consciente do que precisa fazer em campo.

Em casa
Peguei um grupo que se conhece bem. E o meu jeito de ser faz parecer que eu os conheço há muito tempo. Agora é dar continuidade. Esse ano, espero fazer muitos amigos e não só companheiros.

Vipcomm
Ronaldinho faz os tradicionais malabarismos com a bola, uma de suas marcas registradas

Da Europa para o Brasil
São momentos diferentes, outra cultura. Tive a felicidade de conquistar tudo lá fora, mas falta conquistar muita coisa aqui no Brasil.

Centro das atenções
A mim não incomoda. Nos outros clubes, também foi assim. Isso me faz sentir importante no grupo.

Thiago Neves
A gente vem muito motivado. O Thiago é fora do normal. Criamos uma amizade grande na Olimpíada (de Pequim, em 2008). É mais uma motivação para fazer uma grande dupla e ajudar o Flamengo.

Tragédia no Rio
Espero que o jogo amanhã (neste domingo, às 17h, contra o América-MG, no Estádio do Café) lote e todos possam comparecer com donativos para as pessoas que sofreram com as enchentes. Seria o gol mais bonito desse jogo.

Copa 2014
É um sonho disputar uma copa do mundo. Mais ainda sendo no Brasil. Estou mais do que motivado.

Leia tudo sobre: FutebolFlamengoRonaldinho Gaúcho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG