Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sonhando com o título, Martelotte descarta recuperar Keirrison para 2011

¿Penso que tem que jogar os melhores e temos que analisar que o Zé Eduardo está bem e o Keirrison está mal¿, disse o interino

Samir Carvalho, iG São Paulo |

  • Presidente admite que argentino Marcelo Bielsa interessa ao Santos
  • Leia as últimas notícias do Santos no iG Esporte
  • iPhone: iG lança aplicativo de futebol em tempo real. Baixe aqui
  • Twitter do iG Esporte: Principais notícias, fatos inusitados, vídeos e opinião
  • O técnico interino Marcelo Martelotte acredita que o atacante Keirrison não está em condições de ajudar o Santos na reta final do Campeonato Brasileiro. Como a equipe santista ainda tem chances matemáticas de conquistar o título da competição, o interino declarou que escalará os melhores jogadores do elenco, e deixou claro que Keirrison não está na sua lista de favoritos.

    Martelotte, inclusive, avisou que não utilizará as últimas cinco rodadas da competição para recuperar a forma física do atacante, pensando na disputa da Copa Libertadores da América de 2011. Segundo o treinador é inevitável que o atacante Zé Eduardo continue como titular da equipe na vaga de Keirrison.

    Como entendo que temos muita coisa a disputar, penso que tem que jogar os melhores e não tenho dúvidas que o Zé (Eduardo) vive um grande momento. Temos que analisar que o Zé (Eduardo) está bem e o Keirrison está mal. O Santos nesse momento ainda não pensa em 2011 e por isso vão jogar os que tiverem melhor condição, afirmou Marcelo Martelotte.

    Contratado pelo Santos em julho deste ano, o atleta disputou somente nove partidas pelo clube e marcou apenas dois gols. Se não bastasse, desde que deixou o Palmeiras na temporada passada para atuar na Europa, o atacante só balançou as redes em seis oportunidades.

    Na temporada passada, Keirrison foi contratado pelo Barcelona, da Espanha, onde não foi utilizado e saiu por empréstimo para jogar no Benfica, de Portugal, e na Fiorentina, da Itália. No clube português foram apenas sete jogos, e dois gols marcados (média de 0,28 por jogo). Já na Fiorentina foram 11 exibições, e novamente dois gols marcados (média de 0,18 por partida).

    Antes de deixar o futebol brasileiro, Keirrison foi artilheiro no Coritiba, onde foi revelado, e aumentou sua média de gols, quando foi contratado pelo Palmeiras. Pelo Coritiba, o atacante fez 122 jogos, e marcou 65 gols (média de 0,54 por partida). Enquanto no Palmeiras foram 35 partidas, e 24 gols (média de 0,69 por jogo).

    Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsantos

    Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG