Jogador brincou com a concorrência sadia por uma vaga no meio-campo do time carioca no Brasileirão

Satiro Sodré/Divulgação AGIF
Somália brincou com disputa por vaga no Botafogo
Apesar de estar confirmado como titular do Botafogo na partida da próxima quinta-feira, contra o Atlético-GO , o volante Somália sabe que tem uma tarefa difícil na tentativa de se firmar entre os onze da equipe carioca. Com a chegada do volante Renato e a provável volta de Marcelo Mattos , que deve ser comprado em definitivo do Panathinaikos, da Grécia, Somália sabe que a briga para ser titular da equipe nas próximas rodadas será dura, mas comemora o número de opções no elenco.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

"Estou assimilando da melhor maneira possível essa briga por posição. No ano no passado perdemos peças importantes e acabamos ficando sem a vaga na Copa Libertadores. Esse ano foi diferente, a diretoria montou um elenco com muitos jogadores. Independente de jogar sempre ou não, da concorrência do Marcelo Mattos, do Renato, o 'Somalinha' está ai, comendo pelas beiradas", brincou o volante.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e convide seus amigos

Mais sorridente que nas últimas coletivas, quando ainda estava retornando ao time titular após um período sem oportunidades para atuar pelo Botafogo, o jogador explicou o motivo da fisionomia mais relaxada e acredita que teve boa atuação na vitória sobre o São Paulo.

"Existem momentos na vida que temos que levar as coisas um pouco mais a sério. Na semana passada eu tinha um desafio muito grande pela frente, que era entrar na equipe contra o São Paulo, justamente no lugar do Marcelo Mattos. Dá um pouco de nervosismo, estava com aquele frio na barriga de estar voltando ao time. Queria deixar uma boa atuação para o professor e acho que consegui", disse Somália.

O jogador também prometeu um time ofensivo atuando em casa, pressionando o Atlético-GO em busca da vitória. "Jogar dentro de casa já é um passo a frente para vencermos. Temos que usar isso a nosso favor, fazer um caldeirão no Engenhão, com o torcedor nos apoiando do começo ao fim. Podem esperar uma equipe que vai para cima, em busca do resultado".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.