Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Somália ganha apoio do elenco e terá que depor nesta quarta-feira

Volante do Botafogo foi indiciado por falsa comunicação de crime e terá que se explicar para a polícia

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Visto quase sempre sorrindo e participando de brincadeiras com os outros jogadores, o volante Somália, do Botafogo, segue cabisbaixo e sem falar com a imprensa desde a última sexta-feira, quando foi indiciado pela polícia por falsa comunicação de crime. O jogador foi flagrado pelas câmeras do seu edifício no horário em que dizia ter sofrido um sequestro-relâmpago.

Com a reviravolta no caso, Somália foi chamado para depor nesta quarta-feira, na 16 ªDP, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Se o jogador ainda terá que se explicar para a polícia, no elenco do Botafogo ele tem recebido apoio, em especial do zagueiro Antônio Carlos, que lamentou a situação.

"Ele está melhor agora. É uma coisa que eu estava de fora e prefiro nem comentar muito. Vamos ver o que a justiça decide, espero que possa ser o melhor possível para ele e para a gente, porque é um cara que vai fazer falta, vai ter que se ausentar para resolver esses problemas", disse o zagueiro.

O Botafogo irá esperar a conclusão do caso para definir qual será a punição ao atleta, que pode ser multado em até 40% do salário. O zagueiro Antônio Carlos também faz um apelo para que o volante não seja sempre lembrado pelo erro que cometeu.

"É vida que segue, tomara que as pessoas possam esquecer isso, não fiquem julgando ele sempre, porque ele não matou ninguém, não fez nada com ninguém. Acho que isso foi um erro que ele cometeu, mas a gente está dando uma força para ele levantar a cabeça", finalizou Antônio Carlos.

Leia tudo sobre: futebolbotafogosomáliacampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG