Ídolo do Corinthians fez declarações polêmicas e disse ainda que quer Wladimir como presidente do time

Um dos jogadores mais importantes da história do Corinthians , Sócrates é bastante crítico em relação à gestão de Andrés Sanchez, questionando até a passagem do atacante Ronaldo pelo clube. O ex-meia acredita que o 'Fenômeno', apesar de ter alavancado as receitas, não foi benéfico para o Corinthians.

"Não conheço detalhes administrativos da gestão dele, mas aparentemente ele jogou dinheiro fora. Em relação a tudo, mas principalmente com jogadores. Os títulos que conquistou não foram importantes. E O Ronaldo no Corinthians foi bom para o próprio Ronaldo. Para o clube não valeu de nada", declarou Sócrates.

No final deste ano se encerrará o ciclo de Andrés Sanchez na presidência do Corinthians. O dirigente assumiu um mandato tampão em outubro de 2007, amargando, ao final daquela temporada, a queda para a segunda divisão. E foi reeleito em fevereiro de 2009 para mais três anos de mandato.

Foram pouco mais de quatro anos à frente do clube e três títulos de saldo: Campeonato Brasileiro Série B em 2008, Campeonato Paulista - de forma invicta - em 2009 e, no mesmo ano, a Copa do Brasil. Além das conquistas dentro de campo, Sanchez protagonizou a negociação de maior impacto do futebol brasileiro, quando trouxe o atacante Ronaldo para o Corinthians, em dezembro de 2008.

Andrés não tentará estender seu mandato. O favorito de Sócrates para assumir o comando do clube é o ex-lateral corintiano Wladimir. Ambos atuaram juntos no Corinthians por cerca de seis anos e conquistaram três títulos paulistas. "Respeitando a maioria negra do futebol, torço para que o Wladimir seja o próximo presidente do Corinthians".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.