Episódio, no entanto, foi o único mal-estar em um pleito marcado por um clima amistoso

Luiz Felipe protesta com nariz de palhaço
Hilton Mattos
Luiz Felipe protesta com nariz de palhaço
A poucos minutos para o fim das eleições no Vasco da Gama , o presidente Roberto Dinamite caminha para uma tranquila reeleição. Com 85% dos votos, de acordo com as pesquisas de boca de urna, o candidato da situação já se vê à frente do clube novamente pelos próximos três anos.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

Com a retirada da candidatura das chapas de Pedro Valente e José Henrique Coelho, a eleição quase não teve contratempo. A paz imperou a maior parte do tempo. Salvo o protesto de Luiz Felipe Nazaré. Contrário à gestão de Roberto, ele apareceu com um nariz de palhaço para chamar a atenção, mas na hora desistiu de votar.

Luiz Felipe se cadastrou no programa “O Vasco é meu”. Não concordando com a listagem, já que seu nome não aparecia na secretaria, o sócio, correligionário da chapa de Pedro Valente, usou o protesto para combater a discutida lista.

Veja também: Governador Sérgio Cabral vota em Dinamite e pede camisa para Lula

“Não vim para votar. Não acho certo um sócio como eu, sem o nome na secretaria, sem cadastro, chegar aqui e votar. Esta listagem está errada. Acho que só o sócio cadastrado no sistema antigo teria direito a voto”, argumentou o associado.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba notícias do time em tempo real

A briga da oposição para tentar adiar a eleição foi, durante meses, a listagem oferecida pelo clube. A relação foi contestada várias vezes e o caso parou na Justiça. Só que no sábado, a situação ganhou o direito de realizar o pleito na data prevista. A medida judicial contrariou a oposição. Daí o protesto de Luiz Felipe.

A eleição começou com ameaça de anulação por parte da oposição, mas após a abertura dos portões, tudo transcorreu calmamente. Passaram pelo clube para votar o ator Marco Palmeira, o governador Sergio Cabral Filho e seu pai, o jornalista Sergio Cabral.

Quem também marcou presença foi ex-presidente e presidente de honra Antônio Soares Calçada. Debilitado pelo peso da idade, 87 anps, Calçada fez questão de mostrar apoio a Roberto, o que deflagra de vez o rompimento com o ex-presidente Eurico Miranda, seu aliado por mais de 30 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.