Treinador do Palmeiras diz que já enviou lista com até oito nomes para o presidente Arnaldo Tirone

“Inshallah”. Luiz Felipe Scolari usa a expressão árabe que significa “se Deus quiser” para a possível chegada de reforços de peso para o Palmeiras neste ano, uma vez que Arnaldo Tirone, o presidente do clube, já afirmou que pretende colocar um pouco mais de dinheiro do que colocou na pré-temporada deste ano.

Após a pergunta do repórter, Felipão ergueu as mãos para o céu e brincou: “Como é que os árabes dizem? Inshallah! Se Deus quiser! Eu já até passei uma lista para o presidente. O dinheiro é ele que tem, então sou eu que vou decidir se dá um copo ou meio copo. Mas já passei a lista”, disse o treinador.

A expressão Inshallah ficou bem mais popular no início dos anos 2000, quando a novela da Globo “O Clone” era a atração principal da emissora. Recentemente, ela foi até reprisada na grade de programação da emissora.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

Após usar o verbete árabe, o treinador não quis revelar nada sobre a lista que enviou ao presidente, mas voltou a brincar com a instabilidade política e a facilidade para vazar as informações.

“Aqui no Palmeiras vaza tudo, né? É só perguntar para alguém que sai. Pergunta lá para o Tirone e ele vai falar se é Luís Ricardo, Luís Fabiano, Luís, Pedrinho. É capaz que embaixo de alguma pedra por aí tem o nome dos sete ou oito que eu escrevi para ele”, disse o técnico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.