Atacante tem sido especulado no time do coração de seus familiares, mas não confirmou a transferência

Bastou Dagoberto aparecer no saguão do aeroporto de Cumbica para os torcedores são-paulinos presentes iniciarem um pequeno coro de "fica" para o atacante, que ainda tirou fotos e ouviu dos fãs a pergunta "Vai sair mesmo, Dagoberto? Vai acabar com o São Paulo ?". Sobre isso, ele não respondeu.

"Depois do Brasileirão , eu falo. Tenho que me concentrar, ter a cabeça e o foco aqui. Agradeço a compreensão", limitou-se a falar Dagoberto sobre o assunto, principalmente ao dizer se é verdadeira a informação de que ele já assinou um pré-contrato com o Inter , time do coração de seus familiares.

São Paulo está na frente do Internacional no Brasileirão. Veja a tabela

O camisa 25 tem vínculo com o São Paulo até 18 de abril e, desde a semana passada, está livre para acertar com qualquer equipe e deixar o São Paulo ao fim de seu contrato sem o clube receber nada. Seu empresário, Marcos Malaquias, tornou-se desafeto de Juvenal Juvêncio e já praticamente confirmou que não haverá renovação.

"Acho que é o momento, a partir do próximo ano, de ele seguir outro caminho! Mas deixou claro que não joga em nenhum time de São Paulo", escreveu Malaquias em seu twitter. Ele e Dagoberto prometeram não falar mais do que isso até o final da temporada sobre o destino do jogador, mantendo o mistério inclusive se pedirá para ser liberado em dezembro.

Entre na Torcida Virtual do São Paulo e comente sobre Dagoberto

O São Paulo já fez sua proposta de renovação, sem oferecer o aumento que o atleta queria e avisando que não alteraria a oferta. Não recebeu resposta, ouviu de seu artilheiro na temporada que o sonho era atuar no futebol europeu e também a promessa de que seria informado no caso de acerto com alguma equipe brasileira - notificação que a diretoria alega ainda não ter recebido.

Único a falar sobre assunto, Malaquias insiste no discurso de despedida antes do anúncio oficial, que deve ocorrer em dezembro, da saída de Dagoberto. A ideia do jogador é repetir Miranda, que divulgou acerto com o Atlético de Madri, da Espanha, e cumpriu mais seis meses de contrato com o São Paulo.

"O Dago irá ficar cinco anos no Sampa, se sente muito bem lá. Ir embora um dia faz parte da vida, mas o respeito sempre continua", publicou Malaquias. "Não podemos esquecer quantos títulos ele ganhou e o respeito que tem pelo São Paulo. Ele fez de tudo para vir. E o torcedor sempre foi educado e carinhoso com ele, só elogios e admiração. No dia que sair, será pela porta da frente...", projetou o empresário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.