sombra de Obina, Maurício sonha em voltar ao Palmeiras - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sob a sombra de Obina, Maurício sonha em voltar ao Palmeiras

Depois de brigar com o atacante durante partida do Brasileiro 2009, zagueiro foi emprestado pelo clube paulista duas vezes e não deve retornar

Gazeta Esportiva |

Considerado um zagueiro promissor no Palestra Itália, Maurício Nascimento ainda lutava pela afirmação no elenco principal do Palmeiras quando cometeu um erro fatal em novembro do ano passado. A briga com Obina dentro de campo, logo após o fim do primeiro tempo do jogo contra o Grêmio, rendeu o afastamento dos dois do elenco. A direção palmeirense foi clara: ambos nunca mais vestiriam a camisa do clube.

Pouco mais de um ano depois, Maurício Nascimento, de 22 anos, confessa que ainda é lembrado - e muita vezes culpado - pela confusão ocorrida no estádio Olímpico, em Porto Alegre. "É uma situação que me deixa chateado", lamenta.

Em contrapartida, Maurício carrega a pequena esperança de retornar ao Palmeiras depois de defender, por empréstimo, Grêmio e Portuguesa. O contrato do zagueiro com o Palmeiras é válido até 2013. Sem definição do futuro, ele torce pela oportunidade de atuar sob o comando do consagrado técnico Luiz Felipe Scolari.

Só que as notícias vindas do Palestra Itália não são muito animadoras. A diretoria já avisou que a ideia é usar grande parte dos atletas que estavam emprestados em negociações para a aquisição de contratações pedidas por Felipão. Desta forma, resta a Maurício esperar pelas negociações de final de ano e torcer por saídas de peças do atual elenco. Entre os titulares de 2010, Danilo é cogitado para atuar na Itália em 2011. 

Veja o bate-papo com Maurício Nascimento logo após jogo beneficente realizado no fim da semana passada no Pacaembu:

Depois de mais de um ano, você ainda é lembrado pela briga com o Obina?
Maurício: Da minha parte está superado, da parte da minha família também não falamos mais nisso. Às vezes eu fico chateado, as pessoas ainda lembram que sou o Maurício, do Palmeiras, que se envolveu no caso com o Obina. É meio chato, eu errei, pago por esse erro. Mas tenho certeza que se voltar ao Palmeiras todos vão esquecer e ver o bom futebol que posso mostrar.

Em um ano fora do Palmeiras, o que mudou no Maurício?
Maurício: Estou mais experiente, mais maduro, mais tranquilo para jogar. Estou diferente, as pessoas podem ter certeza. Se eu voltar em 2011, os torcedores vão ter muito orgulho do meu futebol.

Depois da experiência na Portuguesa na disputa da Série B, qual será o seu futuro?
Maurício: Ainda não sei, minha vontade é voltar para o Palmeiras. Tenho esperanças de retornar no começo do ano, vamos ver se a diretoria, junto com o Felipão, pede o meu retorno. Se houver essa chance, vou retornar feliz e farei de tudo para ajudar o clube.

Mas já te passaram alguma coisa?
Maurício: Recebi sondagens do Palmeiras e de outros clubes. Vamos esperar acabar esse ano para saber o que vai acontecer no futuro.

O Palmeiras falou muito em usar atletas como moeda de troca. Você toparia entrar em uma negociação desse tipo?
Maurício: Estou tranquilo, tenho contrato até 2013. Não estou preocupado em ser utilizado como moeda de troca. Minha preocupação é ter um bom futuro e fazer uma temporada de 2011 de bons jogos e futuramente ser vendido para fora.

E da parte da Portuguesa houve uma procura para negociar com o Palmeiras?
Maurício: Teve sim, inclusive entraram em contato com o Palmeiras para prorrogar o meu contrato por mais um ano. Só que o Palmeiras ainda não deu resposta. Vamos ver, vamos ver o que vai acontecer. Se for bom para mim, estarei feliz.

Leia tudo sobre: mercado da bolapalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG