Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Shopping tem início de confusão com visita de palmeirenses

Kleber, Valdivia e Marcos Assunção dão autógrafos em loja, que teve de baixar as portas para evitar tumulto

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

A noite de autógrafos de Kleber, Valdivia e Marcos Assunção em um shopping da Zona Oeste de São Paulo, nesta quarta-feira, era para ser de festa para a torcida palmeirense. Acabou em tristeza para uma boa parte dos tentaram se aproximar dos ídolos.

Por conta do excesso de pessoas, a loja Centauro, organizadora do evento, precisou fechar as portas antes mesmo do horário marcado para o início dos autógrafos (19h30).

Segundo os representantes de marketing da loja, cerca de 600 pessoas se acumularam dentro da loja para conseguir um autografo de Valdivia, Kleber ou Marcos Assunção.

O iG presenciou uma conversa entre representantes da loja e do Shopping Bourbon. Nitidamente preocupados com a aglomeração das pessoas em frente ao estabelecimento, funcionários do Bourbon pediam que as pessoas fossem retiradas do local e reforçou a seguranca em frente à loja. Uma placa foi colocada para avisar que o evento estava fechado, mas o alerta não adiantou.

Assim que gritos de guerra da torcida começaram a ser entoados, os segurancas rapidamente chegaram e pediram para interromper a ação. A loja registrou um aumento na procura pelas camisas, mas teve que interromper as vendas por causa do excesso de pessoas.

Cinco policiais militares foram acionados para intervir junto a torcedores, mas não registraram episódios de vandalismo ou violência. Por volta das 20h45, a torcida já começava a se dispersar.


 

Leia tudo sobre: Palmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG