Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem Valdivia por um mês, Felipão usa semana para achar substituto

Chileno anuncia por Twitter que fica fora por quatro semanas; Lincoln, Patrik e até Wellington são candidatos

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Valdivia é o grande desfalque do Palmeiras para o jogo contra o Coritiba nesta quinta-feira pelas quartas de final da Copa do Brasil. Por isso, nesta semana, Luiz Felipe Scolari precisará achar o substituto do jogador que volta a ter problemas na coxa esquerda e deve ficar pelo menos um mês fora.

[]“Para quem perguntou quanto tempo! A previsão do departamento médico é de um mês para voltar a jogar!!!! infelizmente é isso!!!”, disse o camisa 10.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba notícias do seu time em tempo real

Há a opção mais óbvia, que seria a entrada de Lincoln, mas uma entrada de Patrik ou até de Wellington Paulista não podem ser descartadas.

Se Felipão fizer a substituição natural, trocando apenas um meia pelo outro, Lincoln será escolhido. No Paulistão, de acordo com o Footstats, o camisa 99 tem 84,4% de acerto de passes, número bem perto dos 87,2% somados pelo chileno. No quesito desarmes, os números são bem parecidos também: Valdivia tem 0,4 por jogo e seu companheiro tem 0,7.

Já no quesito dribles, por exemplo, Lincoln tem a média de apenas um por jogo, enquanto o titular chega na casa dos três. Quando o assunto é lançamento, o camisa 10 indica que fará muita falta mais uma vez: Valdivia deu sete nos sete jogos que fez, contar apenas um do brasileiro em seis partidas. Na finalização, outra “goleada” média de 1,1 contra 0,2 para o chileno.

Gazeta Press
Lincoln é o substituto natural de Valdivia, mas Felipão pode inovar

Outra opção mais conservadora seria a entrada de Patrik. O poder de marcação do jovem atleta é bem maior, tanto que ele tem média de 1,5 desarmes por jogo, contra apenas 0,4 do chileno. Nos passes certos, ele vai até melhor que seu “rival”, com 88,2% de acerto. O problema volta a ser no drible. Enquanto Valdivia acerta três por jogo, Patrik fica no 1,2.

O que pesa contra o jovem que veio das categorias de base é a lesão recente. Ele ficou cerca de um mês parado por causa de uma lesão na coxa e ainda pode não ter ritmo de jogo para aguentar os 90 minutos de uma partida, especialmente no nível de pegada que Felipão exige em um mata-mata.

U

ma opção um pouco menos provável e bem mais ofensiva seria a entrada de Wellington Paulista. Felipão treina constantemente com essa formação, mas não dá mostras de quando adotará esse esquema. Caso o camisa 9 ganhe lugar na posição de Valdivia, Luan é recuado para uma função de armador, e o ex-cruzeirense forma dupla de ataque com Kleber.

Há, ainda, a pequena possibilidade de Patrik ocupar o lugar de Tinga na equipe. Cicinho, outra baixa confirmada de Felipão, cederá o lugar a João Vítor, enquanto que Thiago Heleno, suspenso, deve ser substituído por Leandro Amaro.

Os torcedores ainda pedem uma mudança radical no time, mas que dificilmente deve acontecer: Lincoln no lugar de Valdivia, Patrik no posto que é de Tinga e Wellington Paulista substituindo Luan. Felipão afirma não considerar esse esquema por causa das características de marcação que Luan tem e que seu concorrente não possui.

Leia tudo sobre: palmeirasvaldiviawellington paulistalincolnpatrik

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG