Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem tempo, Artur Neto admite ter deixado time do Goiás como estava

Não poderia fazer muita coisa. Ficou mais na parte motivacional, revelou o treinador, que classificou o Goiás para as semifinais da Copa Sul-Americana

Gazeta Esportiva |

Recém-contratado para assumir o comando técnico do Goiás depois da demissão de Jorginho, Artur Neto admitiu ao final da partida desta quinta-feira contra o Avaí, na Ressacada, que não teve tempo para preparar o time da maneira que gostaria, apelando para o lado motivacional.

"A pessoa que falar que eu fiz isso e aquilo no treinamento é mentirosa. Eu apenas posicionei um pouco, não poderia fazer muita coisa, até para não desgastar com a viagem. Ficou mais na parte motivacional. Disse a eles que tinham potencial para jogar mais", comentou o treinador.

A mensagem do novo comandante funcionou. Com gol do atacante Rafael Moura aos 44 minutos do primeiro tempo, a equipe goiana avançou à semifinal da Copa Sul-Americana para enfrentar o Palmeiras. Segundo Artur Neto, a classificação deve ajudar também no Campeonato Brasileiro.

"Estamos passando por um momento difícil no Brasileiro, lutando contra rebaixamento, uma sequência de derrotas. Essa vitória eleva o moral, ainda mais da maneira que foi. O time soube controlar o jogo, foi muito competitivo: marcou quando teve que marcar e foi fatal", concluiu.

Como o primeiro compromisso na competição sul-americana será na próxima quarta-feira, no Serra Dourada, o Goiás se volta novamente para o Brasileiro. Com 31 pontos conquistados, a equipe pega o ponteiro Fluminense, às 17h (horário de Brasília) de domingo, no Engenhão.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG