Tamanho do texto

Vanderlei Luxembrugo mexe mal, recua o time no segundo tempo e é castigado com o gol de Felipe Azevedo nos minutos finais

Sem Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves , que forçaram o terceiro cartão amarelo contra o Palmeiras, quarta-feira, sem o consentimento do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Flamengo voltou a tropeçar no Ceará, seu único algoz na temporada. Com um empate de 1 a 1 com o time cearense, neste sábado, em Macaé, a equipe chegou aos 21 pontos e pode cair para a quarta colocação na tabela se Palmeiras derrotar o Fluminense domingo, em Volta Redonda.

O time rubro-negro volta a campo na próxima quarta-feira fora de casa. Com Ronaldinho e Thiago Neves de volta, o Flamengo vai até a Vila Belmiro enfrentar o Santos, de Neymar e Ganso, às 21h50, pela décima-segunda rodada do Brasileirão.

Já o Ceará, que se manteve na décima colocação com 15 pontos, vai receber o lanterna Atlético-PR, às 21h, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

null

O Jogo

Sem seus dois principais jogadores, o Flamengo começou o jogo no campo do Ceará, mas encontrava dificuldade para penetrar na defesa do adversário. Com o time todo atrás da linha da bola, o time cearense pouco incomodava a retaguarda rubro-negra.

Aos 17, o Flamengo teve uma boa oportunidade de abrir o placar, mas desperdiçou. Leonardo Moura fez grande jogada pela direita, passou por dois defensores e recebeu falta na entrada da área. Mas, na cobrança, Renato Abreu acertou a barreira.

Dois minutos depois, novamente o apoiador do Flamengo teve boa chance de marcar. Deivid recebeu na entrada da área, se livrou de um marcador e deixou Renato Abreu cara a cara com Diego, mas o ex-goleiro rubro-negro saiu nos pés do camisa 11 da Gávea e evitou o gol.

Aos 23, por pouco o time da casa não abre o placar. Luiz Antônio fez excelente jogada pela direita e cruzou dentro da pequena área para Deivid, mas Fabrício trombou com o atacante e impediu o chute do camisa 9 da Gávea.

O Ceará pouco incomodava, mas teve as duas melhores chances do primeiro tempo. Aos 26, Felipe errou a reposição de bola, Washington roubou e tocou para Oswaldo dentro da área, Ronaldo Angelim não cortou e o atacante chutou para grande defesa de Felipe, que mandou para escanteio.

Na cobrança de Thiago Humberto, Heleno raspou de cabeça no primeiro pau, e Fabrício cabeceou rente à trave direita do goleiro rubro-negro, que só torceu para a bola não entrar.
Mas como diz um dos ditados mais batidos do futebol, quem não faz leva. E, aos 32, o Flamengo, que somava mais de 60% de posse de boa, enfim, conseguiu romper a retranca cearense. Deivid tocou para Junior Cesar, o lateral fez grande jogada pela esquerda e cruzou com perfeição para Renato Abreu, que, de primeira, chutou de direita sem defesa para Diego.

O Ceará voltou com Felipe Azevedo no lugar de Thiago Humberto, mas foi o Flamengo que voltou no ataque e, logo aos 2 minutos, quase ampliou. Renato Abreu cobrou escanteio da direita, Wellinton resvalou para trás e Boiadeiro tirou a bola da cabeça de Deivid.

Aos cinco, o time cearense deu o troco. Boiadeiro recebeu pela direita e cruzou para dentro da área, Washington recebeu, girou em cima de Angelim e chutou fraco para fácil defesa do goleiro Felipe.

Com a vantagem no placar, Vanderlei trocou Diego Maurício por Vander e Botinelli por João Vitor e recuou o time do Flamengo. Sem poder ofensivo, o Ceará foi para cima e passou a dominar o jogo. Aos 32, Vicente cruzou na cabeça de Marcelo Nicásio, que cabeceou com perigo e quase empatou a partida.

Mas, aos 35, não teve jeito. Depois de troca de passe do ataque cearense, Wellinton falhou e entregou a bola no pé de Oswaldo, o atacante tocou para Felipe Azevedo, que levou a melhor na dividida com Felipe e só tocou para deixar tudo igual.

Daí em diante, o Ceará defendeu de qualquer jeito o ótimo empate fora de casa, enquanto o Flamengo tentava achar o gol da vitória no desespero. No apito final do árbitro Célio Amorim, o torcedor rubro-negro não perdoou e vaiou o time na saída do campo.

FICHA TÉCNICA – FLAMENGO X CEARÁ

Local: Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, em Macaé (RJ)
Data: 23 de julho de 2011, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Celio Amorim (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil e Marco Antonio Martins (ambos de SC)
Cartão amarelo: Wellinton (FLA)
Gols:
Flamengo: Renato Abreu, aos 32 do primeiro tempo
Ceará: Felipe Azevedo, aos 35 do segundo tempo

Flamengo: Felipe, Leonardo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Júnior César; Luiz Antônio (Thomás), Willians, Renato Abreu e Bottinelli (João Vitor); Diego Maurício (Vander) e Deivid
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Ceará: Diego, Boiadeiro (Enrico), Fabrício, Diego Sacomam e Vicente, Michel, Heleno, João Marcos e Thiago Humberto (Felipe Azevedo); Washington (Marcelo Nicásio) e Osvaldo
Técnico: Vagner Mancini

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.