Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem Ronaldo, Chicão e Alessandro são os bombeiros do Corinthians

Zagueiro e lateral assumem papel de liderança no elenco após o anúncio da aposentadoria do Fenômeno

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Ronaldo, durante toda sua passagem pelo Corinthians, assumiu o papel de bombeiro em momentos de crise. Dizia que tinha as costas largas para suportar as críticas que o grupo inteiro recebia. Sem ele, Alessandro e Chicão sabem que serão eles, os mais experientes deste novo Corinthians, que terão de assumir tal papel.

"O Ronaldo tinha as costas largas, o Roberto Carlos também. Mas a gente tem que ter também. Todo mundo aqui tem condição de vestir a camisa. Todos têm responsabilidade. Uns mais, outros menos, mas todos tem que assumir seu papel", disse Alessandro.

Chicão, novo capitão da equipe com a saída de Ronaldo, assume sua parcela na construção deste novo Corinthians, mas não quer ser cobrado ais que os outros só por ter mais tempo de casa que alguns dos colegas.

“Responsabilidade todo mundo tem que ter. Temos mais tempo de clube, vamos ser cobrados por isso e vamos cobrar para que todo mundo tenha responsabilidade dentro de campo. Temos que fazer o que o Tite pede e dividir com o grupo para que a cobrança não caia mais em um ou outro”, disse o zagueiro.

Chicão e Alessandro foram os dois escolhidos pela assessoria de imprensa para falar com os jornalistas no dia seguinte à saída de Ronaldo. Daqui para frente serão eles que terão de aparecer na hora que a corda apertar. já que são remanescentes do time que subiu o Corinthians para a Série A em 2008. “A gente vai ter que se acostumar com essa responsabilidade a mais. De falar mais em nome do grupo, mas vamos fazer isso com tranquilidade”, disse Chicão.

Leia tudo sobre: Corinthianschicãoalessandroronaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG