Leonardo Miguel Calixto, que levou tiro de chumbinho do zagueiro Leandro Castán, passa bem e deixou UTI

Gazeta Press
Leandro Castán concede entrevista após treino do Corinthians
Leonardo Miguel Calixsto, que teve o pulmão perfurado depois de o zagueiro Leandro Castán lhe acertar um tiro acidental com arma de chumbinho , não corre mais risco de morte. A informação foi passada pelo diretor clínico da Santa Casa de Jaú, onde o amigo do jogador está internado.

De acordo com o médico João Carlos Miranda de Almeida Prado, que tem cuidado do caso de perto, o quadro clínico de Leonardo, que já deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para o quarto, é estável, e ele deve receber alta hospitalar no início da semana que vem.

O incidente ocorreu na segunda-feira, na casa de Castán, em Jaú. O defensor do Corinthians brincava com uma arma de chumbinho e, no momento em que foi passá-la ao amigo, houve o disparo. Leonardo foi levado ao hospital logo depois e ficou em observação na UTI.

Abalado com o ocorrido, o corintiano chegou a pensar em não jogar contra o Flamengo, no domingo. As notícias de que o amigo se recupera bem, no entanto, fizeram-no mudar de ideia. "Ele me disse para ficar firme e fazer um grande jogo", escreveu Castán, no Twitter .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.