Jogador ganhou licença e, como não acertou com outro clube, volta a Porto Alegre

No único gol marcado pelo Grêmio, Carlos Alberto imitou Kidiaba e provocou o Internacional
AFP
No único gol marcado pelo Grêmio, Carlos Alberto imitou Kidiaba e provocou o Internacional
O Grêmio anunciou a dispensa , Carlos Alberto despediu-se dos colegas , criticou a direção e até anunciou estar negociando com outros clubes. Porém, após quase um mês do fim de um casamento que não deu certo, o jogador voltará ao Olímpico. Na segunda-feira, o meia se reapresenta ao clube gaúcho.

Relembre as confusões de Carlos Alberto: uma a cada dez dias de Grêmio

A confusão tem uma explicação: o Grêmio não sabe o que fazer com o jogador. Então, nesta quarta-feira, o assessor de futebol José Simões revelou o que há de concreto: o atleta ganhou uma licença de 30 dias, em 28 de abril, e não foi dispensado. Tanto que o contrato não foi rescindido e a foto dele permanece na lista de jogadores publicada no site do clube.

O Grêmio esperava que, neste período, Carlos Alberto acertasse com outro clube. Não aconteceu. Então, com o fim da licença nesta segunda, o departamento jurídico irá estudar a solução do caso. O contrato de empréstimo, cedido pelo Vasco da Gama, pode ser rescindido, o jogador pode ser repassado a uma terceira agremiação ou treinar em separado no Centro de Treinamento de Eldorado do Sul. Há, porém, uma definição: ele não será reintegrado.

"O Carlos Alberto recebeu uma licença definida com a advogada dele. Demos 30 dias enquanto esperamos ele apresentar algum representante. Mas disseram que ele rompeu com o empresário e não sabemos com quem negociar. É certo que ele não voltará ao Grêmio", disse José Simões.

Após romper ligações com Carlos Leite, quem o trouxe ao Grêmio, o meia negocia com Giuseppe Dioguardi. Carlo Alberto ficou no clube gaúcho por 84 dias, disputou 12 jogos, fez um gol e se envolveu em oito polêmicas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.