Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem reforços, Tite poupa atletas para diminuir riscos de lesões

Treinador do Corinthians quer ter o máximo de jogadores à disposição, após ficar sem os reforços que pediu

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Tite não ficou satisfeito com insucesso da diretoria do Corinthians em trazer os reforços que pediu para a disputa do Paulistão. Nem por isso se deixou levar pelo pessimismo. O treinador disse que agora terá de poupar os atletas ao máximo para correr menos riscos de ter jogadores lesionados em momentos importantes do Estadual.

"Já tive uma reunião com o pessoal do departamento médico, do departamento físico, para ter um posicionamento individual de cada atleta quanto a sua condição física. O máximo que pudermos fazer para ter o mínimo de problemas nesse sentido será importante para mantermos o time bem até o final do campeonato", disse Tite, que admite a frustração por não ter mais um zagueiro e um meia no elenco, posições em que fez pedidos de reforços à diretoria.

AE
Tite está preocupado com a falta de reforços para o Corinthians no atual Paulistão

"Não é que esteja incomodado, mas a chegada de peças aumentaria o poder do Corinthians. Não foi possível, infelizmente, então agora vamos de ter cuidados de recuperação para manter o elenco forte até o final", completou Tite, batendo na tecla de que necessita de uma atenção especial à condição física dos atletas.

Nesta semana, Liedson, de 33 anos, e Alessandro, 32, dois dos mais velhos titulares, foram poupados de atividades de campo. Jorge Henrique, que não treinou no gramado entre quarta e sexta-feira, não joga contra o Linense justamente para não agravar uma lesão na coxa direita.

No último dia de inscrições para jogadores atuarem no Campeonato Paulista, o Corinthians contratou apenas o volante Nenê Bonilha, de 19 anos, vindo do Paulista, de Jundiaí. Tite elogia o atleta, mas reconhece que ele não será a solução dos seus problemas imeditados. Ele queria jogadores mais experientes, como Willian Magrão, do Grêmio. A negociação frustrada com o volante culminou na saída de William Machado da gerência de futebol.

O Corinthians volta a campo neste sábado, contra o Linense, com a mesma equipe que venceu Santos e Prudente, exceto pela troca de Jorge Henrique por Bruno César, que volta a ser titular depois de mais de um mês.

Leia tudo sobre: CorinthiansTiteCampeonato Paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG