Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem os titulares, Ponte Preta vai até Roraima para enfrentar Baré

"Convivemos com lesões e correríamos um risco excessivo e desnecessário de machucar os atletas que atuam no Paulista", diz Kleina

Gazeta |

A Ponte Preta jogará nesta quarta-feira, às 21 horas (de Brasília), em Roraima, contra o Baré-RR, sua primeira partida na Copa do Brasil de 2011. Para o confronto, o técnico da Macaca, Gilson Kleina, não levou os 11 jogadores que foram titulares na partida contra o Botafogo-SP, pela nona rodada do Campeonato Paulista, além do atacante Ricardinho.

"Estamos convivendo com lesões e correríamos um risco excessivo e desnecessário de machucar os jogadores que estão na batida do Paulista. Por isso, eles ficam. Mas estamos levando atletas que têm atuado e não perderemos nossa identidade, que é de marcação. Vamos sofrer com o conjunto em termos de entrosamento, mas é um risco programado", explicou Gilson Kleina ao site oficial do clube.

Escalado para o duelo de quarta, o atacante Ricardo de Jesus considera que o fato de não conhecer a equipe de Roraima pode dificultar. "Temos um elenco muito bom e vamos fortes para o jogo que com certeza será difícil, até porque não conhecemos o adversário a fundo. Mas o objetivo é vencer e, se possível, eliminar o jogo da volta", afirmou.

Sem mistérios, o time campineiro jogará com novo esquema, 4-3-3, e já está escalado: Gustavo; Guilherme, Diego Jussani, Wellington e João Paulo; Xaves, Lucas e Renan; Tiago Luís, Everton Santos e Ricardo de Jesus.

O Baré, mandante da partida, na última semana desistiu de participar do Campeonato Roraimense de 2011. Assim como o Progresso e o River - que também desistiram do torneio - a diretoria do Baré alegou falta de recursos para montar uma equipe estruturada para disputa do Estadual. O último teste antes do duelo contra a Ponte foi um amistoso, no sábado, contra o Jockey Clube. Na partida, o Baré venceu por 3 a 0, com gols marcados por Neguinho, Saulo e Peruca. 

Para garantir a classificação e cancelar o jogo de volta, a Ponte Preta precisa bater o Baré por dois ou mais gols de diferença. O vencedor do confronto enfrentará o Goiás, que eliminou o Vitória-ES, fora de casa, por 4 a 1.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG